Psicobloc em Arraial do Cabo-AL atrai escaladores de todo o Brasil

Psicobloc em Arraial do Cabo-AL atrai escaladores de todo o Brasil

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 1:35

Em março de 2010, os escaladores Felipe Dallorto e Flavia dos Anjos descobriram um paraíso de psicobloc, modalidade praticada principalmente na Espanha que consiste na junção de grandes paredes com bases em locais com água, em Arraial do Cabo (RJ). Quase um ano depois, o local tornou-se um dos pontos mais procurados pelos amantes da modalidade.

Felipe e Flávia retornaram ao local com diversos "novatos" no esporte para apresentar aos mesmos o psicobloc. Confirmando o que a dupla esperava, todos os escaladores, inclusive alguns experientes, ficaram impressionados com o que encontraram em um local a apenas 180 quilômetros da cidade maravilhosa.

"Todos ficaram encantados com a beleza e com o grande potencial de vias de alto nível técnico do lugar. Lembro que o Lucas Jah quando viu a primeira parede, nem esperou o barco dar a volta para encostar e pulou com as sapatilhas dentro de um saco e foi nadando até a parede para escalar", contou Dallorto.

Modalidade ainda novata no Brasil, o psicobloc vem atraindo a atenção de escaladores de todo o país que buscam novas aventuras. "Várias pessoas do Brasil já foram praticar o psicobloc em Arraial, que está sendo considerada a nossa Mallorca brasileira. Muitas delas entraram em contato direto comigo e outras leram o relato que fizemos sobre a conquista desse point. Os barqueiros também estão falando que têm levado pessoas para praticar", disse Felipe.

Apesar de saber do crescimento, Felipe ainda vê um potencial inexplorado na modalidade. "Temos um futuro promissor já que o psicobloc, até o ano passado, só existia na Espanha e agora estamos conquistando em vários lugares paradisíacos do Brasil como Arraial e Canions do Xingó no Nordeste. Vale lembrar que durante o verão muitos escaladores brasileiros fogem para países mais frios para treinar e agora podemos desfrutar de ilhas com temperaturas agradáveis em alto mar", afirmou.

A modalidade - Nascida em Mallorca, na Espanha, o psicobloc exige muitos mais do que apenas técnica dos atletas. Além de muito preparo físico, é preciso que o escalador saiba nadar, já que sua única opção, uma vez alcançado o objetivo, é pular na água.

"A conquista é no estilo 'deep water soloing', mais conhecido como 'psicoblocs'. O escalador só usa sapatilhas e em caso de quedas, cai na água", explicou Dallorto, que lembrou que as paredes podem ter até 15 metros, o que aumenta o cuidado na hora do mergulho. "Primeiro precisa fazer um curso de escalada para entender sobre o esporte e sua ética, depois saber nadar, já que exige técnicas de apneia e natação. E sempre com um profissional orientando", completa.

veja também