Quando uma relação deve acabar?

Quando uma relação deve acabar?

Atualizado: Sexta-feira, 12 Novembro de 2010 as 4:01

Às vezes, as coisas boas acabam. E as coisas más continuam a acontecer, muitas vezes por negligência ou até mesmo medo. Talvez o problema não esteja no elevado número de divórcios que se tem visto ultimamente, mas sim no elevado número de casamentos que se têm efetuado sem responsabilidade.

Mas afinal, quando é que uma relação deve terminar? Simples: quando já não acrescenta nada de bom na vida de um ou dos dois. Ou seja, se não está obtendo o que quer ou precisa da pessoa que está namorando, ou se você percebeu que não era exatamente isto o que você deseja para a sua vida. Talvez tenha chegado a hora de partir para outra.

Pode parecer muito egoísta, mas a verdade é que ninguém ficaria feliz numa relação em que só uma das partes continua ligada à outra por pena ou por obrigação...

E como é que você vai saber se deve ou não terminar a relação? Alguns sinais normalmente mostram que a coisa já não vai muito bem. Mas tenha em mente que é normal algumas situações acontecerem de vez em quando, sem que isso queira dizer que a sua relação está acabando !

Se você já não conta mais as horas ansiosamente para estar com ele(a), ou se já não tem muita paciência para ouvir as reclamações e acha que uma conversa entre vocês é uma espécie de trabalho árduo pode ser um mau sinal. Comparações entre o(a ) seu(a) namorado(a) com outros(as) e ele(a) sai sempre perdendo. Isto acontece muito quando se acha outras pessoas mais atraentes. Se ele(a) não é bem aquilo que você queria e que muitas coisas precisam mudar, talvez seja mais fácil procurar alguém que encaixe nas suas medidas. Críticas por tudo e por nada. Se está sempre enchendo a cabeça do outro por qualquer coisinha ( se o fato do cabelo está penteado para direita é porque está do lado direito. Se está penteado para esquerda é porque está para esquerda... Enfim, não há maneira de te agradar !!! ), talvez o problema não esteja nele(a), mas sim em você ! Quando gostamos de alguém, temos tendência a ignorar certos aspectos que, em outras situações, até nos poderiam desagradar. Se está tendo dificuldade em fazer isto, pode ser um mau sinal... Está sempre tentando mudá-lo(a). É comum uma pessoa apaixonar-se por outra que faz aumentar a quantidade de adrenalina no sangue e, mais tarde, descobrir que essa adrenalina, a longo prazo, só por si, não chega. Também há pessoas que se perdem de amores por alguém pela sua calma e que acabam por achar que é exatamente a muita calma dessa pessoa que está a acabar com a atração! Tentar mudar a pessoa pela qual nos apaixonamos é, no mínimo, um contra-senso. É sempre você quem se dá. As relações são feitas de uma troca mútua de afetos. Se uma das partes só recebe, é sinal que não está empenhada em fazer com que a relação resulte. Já não se sente bem em relação a você mesmo(a). Pode parecer estranho, mas lembre-se de como se sentia quando vocês começaram a sair juntos... Sentia-se bem, não é? Se este sentimento não existe mais... Bem, é hora de rever a relação!

Devemos esgotar todas as tentativas para tentar recuperar o namoro ou o noivado, mas é preciso repensar e refletir se vale a pena continuar. A oração, a orientação divina é a melhor forma de sabermos o que devemos fazer com as nossas vidas. Deus é o melhor conselheiro!

" Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle e o mais Ele fará." ( Salmo 37:5 )

Por Viviane Castanheira

veja também