Quantos amigos você conhece de verdade na sua rede do Facebook?

Faça uma faxina no seu Facebook

Atualizado: Quarta-feira, 23 Janeiro de 2013 as 11:45

 

Você fala com todos os seus amigos do Facebook? É bem provável que sua resposta seja não e isso porque apesar de conhecer todas ou pelo menos grande parte das pessoas que estão em sua lista de amigos, você não deve conviver frequentemente com todas elas.

Para o escritor e apresentador do programa de televisão "Hi-Tech" da rede Fox, conhecido como o ‘guru da tecnologia’, Shelly Palmer, o número exagerado de amigos do Facebook que muitas pessoas têm, é um problema que deve ser resolvido através de uma ‘limpeza’ de amizades na rede social sem gerar inimigos.

O autor do livro "Digital Wisdom" ou em português "Sabedoria Digital", que ainda não foi lançado, explica que esse processo é para um uso mais racional do Facebook, evitando problemas como a ‘perda de tempo’ na qual muitos usuários acreditam que se transformou a rede social.

"Há uma razão para ter perdido contato com seus amigos do colégio e o fato de encontrá-los no Facebook não significa que ainda tenham muitas coisas em comum", explicou Palmer.

Para ele, o fato de que o Facebook oferece ferramentas para impedir usuários listados como amigos de verem determinadas publicações acabam sendo uma incoerência.

"Se não quer que alguém veja suas publicações por que ela está listada como sua amiga? Se depois da limpeza, perguntarem por qual razão você desfez a amizade, você pode dizer que é porque seu Facebook estava impossível de se manejar e que por isso espera que essa pessoa te perdoe", explicou e aconselhou Palmer.

faceEm entrevista à Agência Efe, Palmer disse ainda que o fato de um usuário ter cerca de 600 amigos na rede social, significa que, pelo menos, 400 deles estão ali em excesso e afirma que é impossível um número tão grande de pessoas interessarem alguém.

Para o analista, apesar de grande parte dos usuários se “assustarem” na hora de reduzir sua lista de amigos, o processo de ‘enxugamento’ na rede faz parte de uma evolução natural e pode ser encarado de duas maneiras sendo uma delas mais educada e a outra um pouco mais drástica para os usuários.

A primeira medida é publicar na rede social uma mensagem para todos seus seguidores avisando que irá realizar um ‘enxugamento’ de amigos e que só ficarão os que clicarem em "curtir" ou fizerem um comentário.

Realizado este filtro inicial, Palmer sugere que o usuário analise as amizades restantes para ver se elas trazem algo de positivo. Se não, o consultor afirma que também devem ser apagadas.

O autor admite que embora a iniciativa não seja "prazerosa", ela tem "benefícios reais" porque faz da rede social um espaço dinâmico de troca de conteúdos com pessoas que ‘realmente importam’. “Com o tempo a gente se dá conta de que o Facebook só tem valor se for para manter contato com um grupo reduzido de pessoas", explicou ele.

A segunda alternativa para realizar a limpeza de amigos, seria abrir uma segunda conta no Facebook com outro nome e para uso mais privado, o que segundo ele, foi a opção que muitos usuários optaram em fazer, enquanto outros preferiram eliminar seu perfil atual e começar do zero.

Em outros países, a medida chamada de "Facebook cleanse" já foi adotada por várias pessoas e o processo é considerado por muitos como uma "desintoxicação" de amigos.

E você o que acha dessa ideia? Está pronto para fazer uma faxina em seu Facebook e deletar da sua rede aqueles amigos que você já nem se lembra como são? Aproveite as dicas e comece agora mesmo.

 

 

com informações de: Folha Uol

veja também