Quer estagiar na área de redes sociais? 9 dicas para usar o Facebook

Quer estagiar na área de redes sociais? 9 dicas para usar o Facebook

Atualizado: Segunda-feira, 25 Julho de 2011 as 10:27

Aconteceu nesta quinta-feira o   seminário virtual   “ Facebook para jornalistas ”, realizado pela   Fundação Novo Jornalismo Iberoamericano   ( FNPI , em espanhol) e guiado pela jornalista peruana Esther Vargas .

Lançado em 2004, o   Facebook   já é a rede social mais usada em todo o mundo. A rede foi criada a partir de um projeto de alunos da Universidade de Harvard e possui atualmente 65 bilhões de acessos ao mês e   750 milhões de utilizadores .

Diferente do que muitos usuários pensam, o Facebook não foi criado para substituir outras   redes sociais   da internet. De acordo com a jornalista, cada rede social tem uma   linguagem diferente . Há redes que são voltadas para o compartilhamento de conteúdos profissionais e há portais voltados para a publicação de informações pessoais, tudo depende do perfil de cada usuário.

Um exemplo claro de uma rede voltada ao ambiente profissional é o   LinkedIn , que permite colocar todo o seu currículo à disposição de seus contatos. Ao contrário do LinkedIn, o Facebook é voltado também para a vida pessoal dos usuários. Já os blogs, por exemplo, são plataformas voltadas à publicação de textos e materiais mais elaborados ou que demandam uma leitura mais profunda.

Segundo Esther, o Facebook é uma importante ferramenta na hora de gerar conteúdo para o público de cada instituição. A jornalista afirma que para que uma empresa consiga a atenção da   audiência , é necessário apostar em   idéias inovadoras   e plataformas alternativas.

Durante o seminário, a jornalista destacou a importância de experimentar novas técnicas dentro do Facebook e   acompanhar o resultado   de cada uma delas através das ferramentas de estatística.

Esther comentou também sobre a   frequência das mensagens   na rede, que deve ser avaliada de acordo com o perfil da empresa ou do meio de comunicação. Segundo ela, não há uma regra para a quantidade de mensagens a serem divulgadas, porém é importante não exagerar.

“Estar atento a tudo o que acontece no mundo e   apostar em coisas simples , como fotos de um arco-íris no centro da cidade em plena segunda-feira podem chamar a atenção dos leitores”, destaca a jornalista.

Ao ser questionada sobre a chegada do   Google + , Esther destacou que a nova rede social vêm com o propósito de agrupar a informação e compartilhar conteúdo com seus diferentes   círculos de amigos , não afetando diretamente a audiência do Facebook.

Veja a seguir 9 dicas para usar o Facebook de maneira eficiente:

# Opiniões pessoais são essenciais na hora de divulgar uma notícia ou qualquer outro tipo de conteúdo

# Perguntas geram interação (É importante saber o que pensa a audiência)

# Posts com imagens recebem muito mais “Curtir” do que textos sem ilustração

# Freqüência das mensagens na rede devem ser definidas de acordo com o perfil da audiência de cada empresa ou meio de comunicação

# É importante estar atento aos horários de pico e não deixar de postar conteúdo nestes intervalos

# Educação, política e “por trás das câmeras” são os temais que mais geram comentários

# É importante criar uma página de boas-vindas para as empresas que possuem uma fan page no Facebook

# Não esqueça de acessar sempre a página do Facebook Analytics para saber quais são os países, gêneros e idades das pessoas que acessam as fan pages.

# Explore aos máximos os plugins e aplicativos adicionais disponíveis no Facebook

veja também