Reflexão: Quando a criança leva bronca, para onde ela vai?

Reflexão: Quando a criança leva bronca, para onde ela vai?

Atualizado: Terça-feira, 8 Novembro de 2011 as 12

Quando a criança leva bronca, para onde ela vai?

Quando dá tudo errado no trabalho, para onde queremos ir?

Quando a nota na faculdade não foi a esperada, onde precisamos chegar?

Simplesmente quando NÃO DÁ CERTO…

Pelo menos eu... ia, vou e acho que sempre irei pro meu quarto.

Acho que é o meu castelo. Parece que ali, e só ali (ou aqui, no caso) nada pode me atingir…

É aqui, que eu sofro...

É aqui, que eu choro..

É aqui..e só aqui..que eu chego a dormir quando a raiva é maior que tudo.

Mas é aqui também que as curas começam.

É numa mistura de choro, dor e poucas palavras na oração que as curas vem.

Não, não é sempre que eu PRECISO, que corro para a oração.

Reluto, falo: Tá tudo bem. Tá tudo bem, Aline.

Mas não... nada bem. E quase sempre meu orgulho não me deixa ver, eu preciso estar sempre bem, quem foi que disse isso?

"Nada mais me acontece (...)

Olho para dentro e vejo

Faz tempo que eu não Te busco(...)

Eu corro para Ti, (...)

Não há outro lugar,

Só em TEUS braços eu encontro o que preciso ter (...)

Me restaura com Teu fogo

Eu quero começar de novo" ( trechos de "corro para Ti" – Baruk )

NÃO HÁ OUTRO LUGAR!

É aqui, no meu quarto, com meus joelhos no chão que as lágrimas começam a correr, a dor no peito é forte, as palavras são poucas, mas é aqui... só aqui.

Dentro do nosso quarto, como tem sido?

Esse momento…tem acontecido?

Ou só temos deitado, pensado nos problemas…e dormido?

Por Aline Gomes

via: ideias no forno

veja também