Relembre as polêmicas envolvendo os 'CQCs'

Relembre as polêmicas envolvendo os 'CQCs'

Atualizado: Terça-feira, 18 Outubro de 2011 as 10:43

O programa CQC, da Band, é um programa polêmico. Nada mais natural que seus repórteres se envolvam em situações contraditórias dentro e fora da atração. O caso mais recente foi o de Rafinha Bastos, que afirmou ao vivo que "comeria" Wanessa, grávida de seu primeiro filho, e o bebê.

Porém, o apresentador não é o único que se envolve em polêmicas. As confusões já passaram por Rafael Cortez, Danilo Gentili, Oscar Filho, Felipe Andreolli, Mônica Iozzi e até o líder dos "homens de preto", Marcelo Tas.

Para os que não lembram, ao chamar um quadro em que a atriz pornô Pâmela Butt participava, acabou anunciando a loira como "prostituta". Ofendida, ela processou o programa e ganhou uma indenização na Justiça.

Em setembro deste ano, Rafinha Bastos causou polêmica ao dizer ao vivo que Wanessa, grávida de seu primeiro filho, era "gostosa" e que "comeria ela e seu bebê". A brincadeira acabou provocando o afastamento do apresentador do   CQC , que também está sendo processado pela cantora e seu marido, Marcos Buaiz

Durante uma matéria nos nos bastidores do desfile do estilista Ricardo Almeida, em abril, o repórter Rafael Cortez foi surpreendido por Paulinho Vilhena, que cuspiu nele. O fato causou polêmica nas redes sociais e o ator se defendeu. "O repórter Rafael Cortez foi quem pediu e ele mesmo já disse isso no Twitter, sei que não foi legal, mas ele quis", escreveu. Cortez afirmou, na época, que a reportagem foi exibida sem cortes

Em junho de 2010, enquanto gravava o quadro 'Proteste Já', Danilo Gentili apanhou de um grupo de guardas municipais em São Bernardo do Campo, interior de SP. A equipe gravava uma reportagem sobre uma escola, que funcionava perto de uma área com riso de desabamento

Em março de 2009, Marcelo Tas acabou chamando Pamela Butt de prostituta ao vivo. A atriz pornô participou do quadro   Palavras Cruzadas . Tas tentou consertar a gafe, mas não conseguiu. Ofendida, ela resolveu processar o programa e ganhou a indenização na Justiça

Durante uma visita de Marta Suplicy à favela Jardim Colombo, em São Paulo, Danilo Gentili foi agredido por assessores e seguranças da candidata à prefeitura de São Paulo, em outubro de 2006. O repórter tentou falar com Marta, mas acabou levando socos e cotoveladas

Em maio deste ano, Danilo Gentili foi expulsou do Senado Federal, após se envolver em uma polêmia com Renan Calheiros (PMDB - AL). O repórter questionou o senador a respeito de sua nomeação para o Conselho de Ética da Casa."Ter você como membro do Conselho de Ética é o mesmo que ter Fernandinho Beira Mar no ministério antidrogas", perguntou

Antes do 'CQC' ser o sucesso que é atualmente, Oscar Filho apanhou do diretor Hector Babenco, em março de 2008. A confusão aconteceu no Teatro Eva Herz, em São Paulo. Oscar Filho provocou Babenco por causa de uma declaração do cineasta de que não existia nenhum ator brasileiro à altura do mexicano Gael García Bernal e perguntou o que ele sentiria se dissessem que não existe nenhum diretor à altura de Fernando Meirelles. Irritado, Babenco bateu no repórter com uma revista

Mônica Iozzi também já causou polêmica no programa da Band. A repórter foi agredida e xingada pelo deputado Nelson Trad (PMDB - MS). Em junho de 2010, a produção do programa pediu que uma atriz recolhesse assinaturas dos deputados para um projeto que incluiria cachaça na cesta básica. Sem lerem o texto, assinavam e, depois, eram questionados por Mônica. Irritado, o deputado deu tapas na câmera, rasgou a camisa do câmera, bateu no microfone e ainda xingou a repórter

Felipe Andreolli e Mayra Cardi se alfinetaram no Twitter. Tudo começou porque o repórter do CQC não quis dar entrevista para a ex-BBB, em um evento."Não fico à vontade em dar entrevista pra ex-BBBoqueteira que masca chiclete durante entrevista...só isso", escreveu. Irritada, Mayra rebateu Andreoli e finalizou a discussão dizendo: "não viemos da sementinha. O que (tentou) usar para me ofender, sua mãe faz há mais de 30 anos. Ou acha que ela CHUPOU o bico da cegonha?"

Danilo Gentili provocou uma onda de descontentamento na comunidade judaica após um comentário no Twitter, sobre a desistência do goverdo de São Paulo de construir uma estação de metrô na região de Higienópolis, região que concentra grande número de judeus. "Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que eles chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz", publicou. Mais tarde, se desculpou e excluiu o post do microblog

Sempre polêmico em suas declarações, Rafinha Bastos fez uma piada controversa durante um show em São Paulo. "Toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia pra caralho. Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus", disse. Com isso, provocou revolta e acabou sendo acusado pelo Conselho da Condição Feminina de encorajar o estupro

Rafinha Bastos e Preta Gil se estranharam no Twitter. "Vou encarar o dia, nutricionista, almoço, pilates, unha e cabelo", tuitou a cantora. Logo em seguida, Rafinha retuitou a mensagem e escreveu: "esperança, a gente se vê por aqui". Preta não gostou da brincadeira e devolveu a piada o chamando de "babaca", para em seguida dizer: "eu não te sigo, vc não sabe nada da minha vida e ainda edita meu post me erra!!! Isso é chato, na boa (sic)", finalizou

Ângela Bismarchi se irritou com o repórter do CQC Danilo Gentili. A briga começou quando Ângela escreveu que as pessoas orassem por Nossa Senhora da Conceição pelo dia dela. O repórter da TV Bandeirantes perguntou a ela se a santa sabia que ela falava sobre sacanagem o dia inteiro. Em resposta, a loira falou que Gentili se acha "acima da Lei". A conversa desceu o nível e partiu para ofensas com termos de cunho sexual    

veja também