Saiba como não perder amigos no Facebook

Saiba como não perder amigos no Facebook

Atualizado: Sexta-feira, 8 Outubro de 2010 as 9:08

Um estudo identificou os três comportamentos que resultam em perda de "amigos"

Christopher Sibona, estudante da Universidade do Colorado, Denver, Estados Unidos, desenvolveu um trabalho que permitiu identificar os comportamentos que fazem os utilizadores do Facebook perder amigos. Identificou três principais: atualizações frequentes de temas desinteressantes; atualizações de temas polêmicos e, por fim, comentários grosseiros ou racistas. A notícia é avançada pela BBC.

"Os investigadores têm passado muito tempo a estudar a forma como as pessoas criam amizades online, mas sabe-se muito pouco como estas relações acabam", explica Christopher Sibona. "Talvez isto ajude a perceber e a desenvolver uma teoria sobre o ciclo completo de amizades no Facebook", conclui.

Para o seu trabalho, o universitário analisou mais 1 500 utilizadores de Facebook no Twitter. A primeira razão para ser "bloqueado" acontece com atualizações frequentes de temas considerados desinteressantes. Como, por exemplo, "escrever 100 comentários sobre a banda favorita".

Logo depois, como segundo comportamento "errado" encontramos atualizações sobre assuntos polêmicos: religião e política no topo. Por fim, a utilização de linguagem grosseira e racista.

Além dos motivos principais para perder amigos no Facebook, o estudo encontrou ainda uma "hierarquia". 57% dos utilizadores bloqueiam pessoas do seu círculo de amigos por motivos ligados à vida online e 26,9% bloqueiam por comportamentos offline.

No mundo dos relacionamentos online existe ainda os "dominantes" e os "subordinados", diz o estudo. Por exemplo, quam faz pedidos para ser amigo tem mais probabilidades de ser "bloqueado". E quem, "bloqueia" parece ser mais dominante.

Quanto às reações, após o utilizador ser bloqueado, Christopher Sibona descobriu que "uns ficam profundamente magoados, enquanto outros não se importam".

Um estudo identificou os três comportamentos que resultam em perda de "amigos"

Christopher Sibona, estudante da Universidade do Colorado, Denver, Estados Unidos, desenvolveu um trabalho que permitiu identificar os comportamentos que fazem os utilizadores do Facebook perder amigos. Identificou três principais: atualizações frequentes de temas desinteressantes; atualizações de temas polêmicos e, por fim, comentários grosseiros ou racistas. A notícia é avançada pela BBC.

"Os investigadores têm passado muito tempo a estudar a forma como as pessoas criam amizades online, mas sabe-se muito pouco como estas relações acabam", explica Christopher Sibona. "Talvez isto ajude a perceber e a desenvolver uma teoria sobre o ciclo completo de amizades no Facebook", conclui.

Para o seu trabalho, o universitário analisou mais 1 500 utilizadores de Facebook no Twitter. A primeira razão para ser "bloqueado" acontece com atualizações frequentes de temas considerados desinteressantes. Como, por exemplo, "escrever 100 comentários sobre a banda favorita".

Logo depois, como segundo comportamento "errado" encontramos atualizações sobre assuntos polêmicos: religião e política no topo. Por fim, a utilização de linguagem grosseira e racista.

Além dos motivos principais para perder amigos no Facebook, o estudo encontrou ainda uma "hierarquia". 57% dos utilizadores bloqueiam pessoas do seu círculo de amigos por motivos ligados à vida online e 26,9% bloqueiam por comportamentos offline.

No mundo dos relacionamentos online existe ainda os "dominantes" e os "subordinados", diz o estudo. Por exemplo, quam faz pedidos para ser amigo tem mais probabilidades de ser "bloqueado". E quem, "bloqueia" parece ser mais dominante.

Quanto às reações, após o utilizador ser bloqueado, Christopher Sibona descobriu que "uns ficam profundamente magoados, enquanto outros não se importam".

veja também