Saiba como ser alegre e engraçado sem ser traído pela própria boca

Não confundindo alegria com irreverência

Atualizado: Quinta-feira, 31 Janeiro de 2013 as 1:48

tumblrEm toda turma de escola ou faculdade, que seja, tem sempre alguém que se destaca. O cara bacana que faz a galera rir com suas piadas e brincadeiras engraçadas ou aquela garota que faz os ‘melhores’ comentários sobre os demais e ainda é bajulada por todos.

Pois é, esse pessoal pode até parecer bacana para os que os vêem de fora, mas será que no fundo eles sabem o que estão fazendo e o risco que estão correndo?

Se você se enquadra no perfil de uma dessas duas figuras descritas acima é melhor se cuidar porque nem sempre ser ‘descolado’ e engraçado é bom sinal.

Você sabe fazer mímica? Contar piadas? Tocar um instrumento? Ótimo. Conhecimentos e habilidades extras ajudam muito na hora de fazer novas amizades afinal, todo mundo gosta de conhecer gente que sabe fazer algo diferente e fora do comum.

Talvez você tenha mesmo um dom particular e até goste de exibir seu talento na frente dos colegas de classe e isso não é nenhum crime. Na verdade o fato de você mostrar seu talento na frente dos demais só mostra que ninguém precisa ficar preso a idéia de que escola e faculdade são ambientes em que qualquer coisa fora do proposto é anarquia. Diversão também faz parte do aprendizado.

A questão na verdade é que, em ambientes de descontração entre colegas, muita gente acaba confundindo alegria com irreverência, e acha que usar maliciosamente o nome de outras pessoas, seus traços de personalidade ou convicções para fazer brincadeiras serão levados como descontração quando na verdade só soam como atitudes de mau gosto.

Não tenha dúvidas que na hora da brincadeira muitos irão rir e repetir a crítica que você fez diversas vezes como sendo algo muito engraçado e isso com certeza fará você achar que está fazendo a alegria da galera, além de parecer à pessoa mais bacana e descolada da turma. Mas palavras voam...

Às vezes, suas palavras possam até se propagar na velocidade da luz e muito provavelmente alguém, que você nunca saberá quem é, vai contar para todos os que não estavam presentes no dia da brincadeira tudo o que aconteceu só que com um grau de detalhe que só perde para as reportagens de morte mostradas na TV ou o enterro de algum papa.

Ninguém gosta de saber que foi alvo de piadas, principalmente se não estava próximo para se defender de alguma possível injustiça na hora da brincadeira e as conseqüências com certeza não serão nada engraçadas.

Não queira divertir todo mundo, pois não se pode agradar a gregos e troianos e uma hora alguém pode realmente não gostar. Tome cuidado com o que diz para não ser traído pela própria boca. Ria. Divirta-se muito. Você merece. Porém, jamais fale da vida dos outros. Saiba que no meio de toda platéia que vibra, aplaude e ri escondem-se "alguns" que torcem o tempo todo para ver você chorar.

“O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias” – Provérbios 21:23

 

 

com informações de: Bonde - por Abraham Shapiro

veja também