Se o Facebook fosse um país, ele seria o terceiro maior do planeta

Se o Facebook fosse um país, ele seria o terceiro maior do planeta

Atualizado: Quinta-feira, 8 Dezembro de 2011 as 1:55

Em 2011, o planeta atingiu o número de sete bilhões de habitantes, conforme estimativa das Nações Unidas. Também este ano o Facebook, maior e mais popular rede social do mundo, ultrapassou a marca de mais de 800 milhões de usuários. Se fosse uma nação, o país Facebook entraria fácil para a turma dos gigantes, mas especificamente em terceiro, atrás apenas de China e Índia.

No Brasil, onde o Orkut - rede social do Google - reinou por sete anos, o Facebook também conquistou a primeira posição. A virada ocorreu este ano, de agosto para setembro, quando a rede criada pelo moleque Mark Zuckerberg conseguiu alcançar 30 milhões de usuários brasileiros, contra 28 milhões do vovô Orkut.

O poder do Facebook em captar milhões de usuários ao redor do mundo se reflete em muito dinheiro. Atualmente, mesmo ainda sendo uma companhia de capital fechado, a empresa é avaliada em  US$ 66,5 bilhões de dólares. Contudo, de acordo com reportagem de 29 de novembro do Wall Stree Journal, a empresa de rede social estabeleceu o período de abril a junho de 2012 como meta para fazer uma oferta inicial de ações na Bolsa de Nova York.

Se a estratégia for mesmo adiante, o Facebook espera captar US$ 10 bilhões na abertura de capital - que seria uma das maiores ofertas iniciais da história, e pode dar ao Facebook um valor de mercado de US$ 100 bilhões: mais que o dobro da avaliação de grandes empresas tradicionais como a Hewlett-Packard Co. ou a 3M Co.

Para efeito de comparação,  uma oferta inicial do Facebook de US$ 10 bilhões seria a maior IPO (oferta de ações) de qualquer empresa de tecnologia ou de internet até agora. A maior abertura de capital de uma firma americana de internet, a da Google Inc. em 2004, de US$ 1,9 bilhão, que avaliou a Google em US$ 23 bilhões.

Resultados

Por ser uma companhia fechada, o Facebook não divulga seus resultados financeiros. No entanto, analistas financeiros ouvidos pela agência Reuters afirmam que, apenas no primeiro semestre deste ano, a companhia comandada pelo jovem Zuckerberg (ele tem 27 anos) já obteve lucro líquido de meio bilhão de doláres. A expectativa para o ano é superar mais de US$ 1 bilhão. O negócio do rapaz norte-americano não para de crescer: ano passado, a empresa teve faturamente de US$ 1,6 bilhão.

Outro aspecto interessante e muito valorizado pelo mercado é a capilaridade alcançada pelo Facebook. Praticamente todas as classes sociais fazem uso da rede. No Brasil, segundo estudo realizado pelo instituto de pesquisa Data Popular, a nova classe média brasileira (classe C) já domina o Facebook, com 57% de todos os usuários do país.

Briga

Dos 800 milhões de usuários, 500 milhões acessam o Facebook diariamente. Apesar de tão popular quanto seu maior rival, o Google leva os internautas para outros sites, enquanto que o Facebook mantém os seus confortavelmente em suas páginas. Reter usuários é a equação que o Google busca resolver: o Facebook é mestre.

veja também