Slackline ajuda na concentração, equilíbrio e a manter a forma

Slackline ajuda na concentração, equilíbrio e a manter a forma

Atualizado: Terça-feira, 27 Agosto de 2013 as 2:30

O objetivo é ir de uma ponta a outra sem cair. Mas como nada na vida é fácil, o praticante desse esporte tem de encarar o trajeto em cima de uma fita estreita e flexível de náilon. Geralmente são 8 metros de linha a 30 centímetros de distância do chão, mas os mais habilidosos chegam a fazer truques em cima da corda bamba em grandes alturas. Assim é o slackline .
 
Criado nos EUA nos anos 1980, o slackline (que em inglês significa “fita folgada”) é muito praticado por skatistas e surfistas para treinar o equilíbrio e fortalecer a musculatura do corpo, mas vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil que buscam os benefícios que esse esporte proporciona.
 
slackline
 
“Tem de ter bastante equilíbrio, força no abdômen e na perna”, diz o estudante Leandro Zaffani , de 24 anos, que pratica o slackline há um ano. “Quando comecei foi bastante frustrante, e quase desisti. Mas depois de treinar um pouco mais, e adquirir mais concentração, consegui atravessar”. Ele diz que anda na corda bamba em um parque de São Paulo, sempre acompanhado por amigos e a namorada.
 
Rogério Tozzi , professor de educação física e especialista em base instável, destaca os benefícios psicológicos do slackline justamente por trabalhar o foco e a concentração para atravessar a linha. “A pessoa vai cair muito da linha, e é necessário levantar e tentar outra vez. Isso te ensina a nunca desistir”.
 
Para Tozzi, o slackline também ajuda na parte emocional. “Você tem sempre que pensar no objetivo final para atravessar a fita, e qualquer outra distração te derruba, incentivando o equilíbrio e exercitando a confiança de você com você mesmo.”
 
O slackline também traz inúmeros benefícios físicos. Rogério Tozzi explica que esse esporte estimula os músculos posturais, mais profundos e difíceis de serem trabalhados em academias. “Esses músculos são responsáveis por fortalecer e estabilizar as articulações”, comenta.
 
O kit básico para praticar o slackline consiste em uma fita de náilon e de uma catraca para montar e dar tração para a fita, que custa em torno de R$ 350 . Existem cinco categorias de slackline: trickline , surfline , waterline , longline , highline e yogaline . Conheça melhor:
 
Trickline 
Essa é a categoria mais praticada do slackline. Os atletas realizam manobras sobre a fita a 60 centímetros do solo, o que exige muita habilidade. Muitas competições são feitas nessa modalidade.
 
Surfline 
Os praticantes dessa categoria deixam a fita mais solta, e mais flexível, permitindo assim que sejam simulados os movimentos e manobras semelhantes ao surf.
 
Waterline 
O objetivo aqui é não se molhar. A fita passa sobre piscina, lago, represa, rio ou mar.
 
Longline 
Nessa modalidade, a fita pode chegar a mais de 20 metros de comprimento. Por ser longa, a fita balança mais e exige maior equilíbrio e concentração do praticante.
 
Highline 
Aqui quem tem medo de altura não tem vez. Nessa categoria, o atleta pratica o esporte nas alturas, a 5 metros do chão. É a vertente mais radical do slackline, e qualquer erro pode causar grande acidente.
 
Yogaline 
Se você já acha a Yoga difícil, tente praticá-la sobre a fita do slackline.
 

veja também