Tatuagens e piercings na seleção de estágio

Tatuagens e piercings na seleção de estágio

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 2:09

Seu estilo descolado com tatuagens e piercings e cabelo colorido, não precisa ser um empecilho para sua entrada no mercado de trabalho. Só é preciso encontrar a empresa certa. É claro. Não costuma ser um problema, porque na faculdade a maior parte dos jovens já se encontrou com a sua tribo e quem tem um estilo menos comum não costuma se inscrever a vagas em setores mais formais do mercado de trabalho. A gerente de planejamento e desenvolvimento de recursos humanos da BM&F Bovespa, Erica Maluf, disse que nunca avaliou um candidato com piercings e tatuagens grandes. "Não lidei e nem tive orientação de como agir nessas situações", diz a gerente. Aliás, os sociólogos diriam que um cabeludo tatuado escolheu não trabalhar em um banco antes mesmo de poder ser escolhido. Para começar, uma boa dica é saber como a empresa espera que o funcionário se vista.

Bom-senso na escolha - Ou seja, os jovens costumam saber muito bem para onde ir. Porém, segundo os recrutadores ainda existem problemas na zona de transição entre os descolados e os mais certinhos, é onde mora o bom-senso na hora de se vestir. Afinal, piercings e tatuagens romperam as barreiras de classes sociais e das tribos. E o mesmo se pode falar de cortes de cabelo e de muitos acessórios da moda. Ficam as questões: um piercing discreto no nariz combina com um tailler, blazer e calça feminina? Uma pequena tatuagem no pescoço fica bem em um engravatado? Parece brincadeira mas em um grande escritório de advocacia de São Paulo mais de uma vez um estagiário foi avisado que cabelos espetados com gel não ficam bem em uma audiência no fórum. Segundo Karla Mara Alves de Oliveira, consultora de planejamento de carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos, o candidato deve valorizar suas competências e não chamar a atenção com acessórios de estilo. A dica da consultora é, antes de fazer qualquer mudança radical em seu visual, pense no planejamento de sua carreira, aonde você quer chegar, em que área pretende atuar. Para ela, na dúvida muitos recrutadores preferem não selecionar candidatos que usam tatuagens e piercings e fim de conversa.

Recomendação final - Os especialistas em recrutamento dizem: vá em frente com sua personalidade. Muitas empresas querem isso mesmo, personalidade. Mas se tiver dúvidas procure saber as normas da companhia para evitar constrangimentos. Valéria Vironda, responsável pelo recrutamento e seleção da Editora Abril, faz esse alerta: "Quando você escolhe uma empresa, você tem de ver se tolera ou não o que é regra naquele ambiente".

veja também