Tudo Por Um Beijo Gay

Tudo Por Um Beijo Gay

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 8:25

"Eu não tenho preconceitos. Acho isso uma coisa bem retrógrada e acredito que todos somos diferentes e capazes de responder por cada uma de nossas escolhas. Mas aquele dia não consegui esconder minha ojeriza ao ver o garoto, que estava ao meu lado no ponto de ônibus, entrar em um carro, dirigido por um outro garoto, que o recebeu com um beijo digno de cinema hollywoodiano". Ouvi em uma conversa paralela que acontecia perto de mim.

A frase nominal seguida de explicação não saia da minha cabeça. EU NÃO TENHO PRECONCEITOS. Quantas vezes dizemos isso, não? Eu não tenho preconceito contra etnias, nem opções sexuais, nem credos. Mas faço piada com negros, homossexuais e uma vez que sou cristão, meu hall de amigos é composto por cristãos, ainda que não protestantes, e no máximo alguns desviados. Que contraposição!

Ao ouvir essa conversa toda fiquei perplexa. Como alguém que se diz cristão tem coragem de falar tudo isso, né? Mas, quando pensei isso, me lembrei que também sou assim, na maioria das vezes, exclusivista e elitista. Meu Deus, que triste essa situação!

Os noticiários exibem a cada dia a conquista pelos direitos homossexuais e em proporções iguais os ataques contra eles crescem... Estou na causa dos homossexuais por um motivo: nós, sociedade, nós, cristãos, definitivamente não respeitamos essas pessoas. Esquecemos que Deus ama o pecador que comete atos sexualmente contrários e o que mente para evitar um constrangimento, e que ah, para ele, o pecado tem a mesma medida. Por que isso? Por que todo esse salto alto ao olhar o número crescente da Parada Gay?

Não adianta dizer que Jesus ama a todos, que tem um propósito na vida de alguém, orar e jejuar se você não respeita a condição na qual a pessoa se encontra. Quer exemplo? O que Jesus foi fazer mesmo na casa de Zaqueu? O cara que roubava o povo, que era totalmente odiado, hospedou a Jesus e teve sua vida mudada. Jesus respeitou a condição do homem e conseguiu mostrar a ele que ela não era uma boa, fazendo com que o próprio escolhesse mudar...

"Mas é que eu não sou preconceituoso. Só acho que a causa dos homossexuais não merece a atenção da igreja, uma vez que a Bíblia condena a prática".

Me emociono. Penso em nossa condição de pecadores condenados a morte eterna pelo fato de termos abundado em erros. Penso no ato que nos remiu e fez a graça superabundar em nós. Penso nos nossos erros diários e sei que ainda que não façamos nada de tão terrível, somos colocados no mesmo patamar da escada, com assassinos, ladrões, mentirosos... E então, enxugando um pouco das lágrimas, consigo ler o que está escrito no degrau que estamos: dependentes de graça.

Um abraço a todos! Deus abençoe! @Brunavichi

(PS: A discussão não é sobre a opinião de cada um sobre a legalização do casamento homossexual e afins, apenas, o posicionamento de cada cristão diante da situação, ou seja, sem stress, gente!)

Por: Bruna Vichi

veja também