Varekai, a floresta encantada do Cirque du Soleil

Varekai, a floresta encantada do Cirque du Soleil

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 9:25

Depois de Saltimbanco (2006), Alegría (2007-2008) e Quidam (2009-2010), o público brasileiro poderá, mais uma vez, assistir a um espetáculo produzido pela trupe do Cirque du Soleil. Varekai - criado por Dominic Champagne em 2002 - chega ao Brasil no segundo semestre deste ano, depois de percorrer 60 cidades em mais de 15 países. Os detalhes do show foram anunciados nesta terça-feira (7), em São Paulo.

Varekai conta a história de Ícaro, lendário personagem da mitologia grega, cujas asas acabaram derretidas pelo calor do sol, depois que realizou seu grande sonho de voar. Na criação de Champagne, Ícaro cai em Varekai (que na linguagem cigana significa "onde quer que seja"), uma floresta mágica, com criaturas fantásticas. Por lá, ele conhece uma figura feminina que dá um novo sentido a sua vida.

Segundo o diretor artístico do espetáculo, Mathieu Gatien, Varekai mostra justamente a vida do povo do circo, grande inspiração do Cirque, que faz de qualquer lugar a sua casa. "É uma celebração da vida, um explosão de alegria", diz Gatien. Para ele, a "energia" é o grande diferencial desse show. "O público tem sempre uma grande expectativa sobre os nossos espetáculos, e nós trabalhamos duro para superá-las", afirma o diretor.

A trilha sonora de Varekai foi composta pela italiana Violaine Corradi especialmente para o espetáculo. De acordo com Gatien, as canções foram criadas em uma língua "inventada", característica marcante dos shows da trupe. Segundo ele, os brasileiros devem se identificar com o ritmo bastante percussivo da trilha.

O elenco conta com 58 performers que interpretam centenas de personagens. Entre eles há uma brasileira: uma trapezista que participa de um número triplo logo no primeiro ato do espetáculo.

A estreia nacional está marcada para o dia 15 de setembro, em São Paulo, depois o espetáculo segue para Rio de Janeiro (8 de dezembro), Belo Horizonte (19 de janeiro de 2012), Brasília (23 de fevereiro), Recife (30 de março de 2012), Salvador (3 de maio de 2012), Curitiba (8 de junho de 2012) e Porto Alegre (12 de julho de 2012). A única cidade que já tem local definido é São Paulo, onde a tenda do espetáculo será montada no Parque Villa Lobos, na zona sul da cidade, palco que já abrigou apresentações do Cirque.

O Cirque du Soleil foi criado em 1984 por um grupo de artistas de rua no Canadá. Atualmente, a empresa tem mais de 1.300 artistas de 50 diferentes países. Mais de 100 milhões de espectadores já assistiram ao grupo em 300 cidades ao redor do mundo.

Ingressos mais baratos

Quem for assistir ao espetáculo Varekai vai sentir uma diferença nos preços dos ingressos. Para menos. Os bilhetes custam entre R$ 140 e R$ 395. A meia-entrada, no setor 3, pode sair por R$ 70.

No espetáculo anterior, Quidam, que esteve no país em 2009, os preços variavam de R$ 230 a R$ 490. Segundo Fernando Alterio, presidente da Time for fun, empresa que traz o espetáculo para o Brasil, a queda nos preços foi possível pela baixa do câmbio e pelo cenário mais estável da economia mundial (em 2009, os países ainda sofriam os efeitos da crise financeira mundial do ano anterior).

Apesar de um provável aumento da procura por ingressos, de acordo Alterio, não existe a possibilidade das temporadas nas cidades serem prolongadas. "A logística é muito grande, não podemos ter atraso nenhum", diz. Segundo o empresário, o que pode ser feito é a realização de sessões extras semanais, uma ou duas, além das oito regulares.

Em São Paulo, a pré-venda (clientes da American Express e cartão Bradesco Prime) começa nesta quarta-feira, dia 8 de junho, e vai até 10 de julho. Em 2 de julho, a pré-venda é aberta para portadores dos demais cartões Bradesco. O público em geral poderá comprar seus bilhetes a partir de 11 de julho.

No Rio de Janeiro, a pré-venda começa dia 21 de junho; Belo Horizonte e Brasília, 19 de setembro; Recife e Salvador, 14 de novembro; Curitiba e Porto Alegre, dia 30 de janeiro de 2012.

Curiosidades sobre o espetáculo Varekai

170 pessoas integram a turnê de Varekai. 125 são funcionários do Cirque du Soleil e os demais acompanhantes (cônjuges e filhos). Desses 125, 58 são performers.

Um fisioterapeuta e um terapeuta viajam com a turnê.

Há, no elenco e na equipe técnica, 25 nacionalidades diferentes. Profissionais de países como Canadá, estados Unidos, Rússia, Espanha, China, Casaquistão, Azerbaijão, Bielorrússia, Sérvia, Suécia, Hungria, México, Brasil, entre outros.

O Grand Chapiteau, a Tenda Principal, pesa, aproximadamente, 5.217 quilos. Onze túneis de acesso levam o elenco ao centro do "palco".

A tenda tem 17 metros de altura e diâmetro de 50 metros. A capacidade dela é de 2.612 pessoas.

São necessários oito dias para montar toda a estrutura do espetáculo. Três dias para desmontar.

A criação e a confecção do figurino consumiram mais de 33 mil horas de trabalho. São 130 peças de roupa.

Os sapatos dos artistas são feitos à mão e sob medida na sede internacional da companhia, em Montreal, no Canadá.

São os próprios artistas que fazem suas maquiagens.

A cozinha da trupe serve entre 200 e 250 refeições por dia. Um gerente e três cozinheiros são os responsáveis pelo espaço.

veja também