Veja os prós e contras de seguir a mesma profissão dos pais

Veja os prós e contras de seguir a mesma profissão dos pais

Atualizado: Quarta-feira, 15 Setembro de 2010 as 7:50

Na hora de escolher a carreira, seguir ou não a mesma profissão dos pais é um questionamento que passa pela cabeça de muitos jovens.

Ao discutir o assunto, porém, na maior parte das vezes, foca-se no fato da escolha ser ou não por imposição. Apesar do tema ser importante, a questão vai muito além disso, alerta o diretor de projetos da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Vladimir Araújo.

Vantagens

De acordo com Araújo, dentre as principais vantagens de seguir a mesma profissão do pai ou da mãe, está a maior facilidade para inserção no mercado de trabalho; a tradição familiar, refletida no sobrenome e que pode trazer status; e o fato da pessoa ter algum conhecimento prévio da área de formação.

“Ter nascido e crescido dentro de um ambiente que tenha como assunto comum a área de formação pode ser considerado como experiência prévia, evitando o período de indecisão que normalmente acontece na adolescência”, explica.

Outro ponto positivo é o fato de que pais e filhos podem complementar a atuação uns dos outros, aliando expertise e inovação.

Desvantagens

Por outro lado, ressalta, nestes casos, a comparação torna-se inevitável, e a pessoa deve estar preparada para lidar com tal situação. Além disso, diz o diretor, pode haver competição entre os pais e os filhos.

“As cobranças e comparações são inevitáveis, portanto, o profissional deve se preparar para isso o quanto antes. Primeiramente, o jovem deve ter como preocupação preparar-se da melhor forma para o exercício da profissão. A fama - ou, principalmente, o reconhecimento - virá com o tempo”.

Uma situação pouco abordada, mas que pode ocorrer, é o fato dos pais possuírem má fama no mercado. Neste caso, orienta Araújo, o jovem deve priorizar o trabalho em empresas ou instituições diferentes, para assim descolar sua imagem da dos pais.

“Apesar de ser uma tarefa árdua, entendo que somente com a realização de um bom trabalho isso será possível”.

Por Gladys Ferraz Magalhães

veja também