Vestibular: e agora, qual carreira seguir?

Vestibular: e agora, qual carreira seguir?

Atualizado: Quarta-feira, 11 Julho de 2012 as 12:58

Qual carreira escolher? Com certeza esse já foi um questionamento presente em sua vida, e se você ainda tem entre 16 e 20 anos essa é uma pergunta ainda presente no seu dia a dia como aluno do ensino médio ou de cursinhos pré-vestibulares. Mas como definir a profissão de forma assertiva? Como encontrar a carreira ideal e o melhor caminho a seguir?

Para a maioria dos jovens que pretendem entrar numa universidade escolher a carreira é uma questão tida como divisora de águas, pois também representa sair da adolescência, buscar seu próprio caminho e entrar na vida adulta com a profissão que escolheu. E isso é a mais pura verdade. Fazer o que gostamos é parte fundamental do sucesso, e uma das motivações essenciais para alcançarmos aquilo que buscamos para nossa vida profissional e pessoal.

As influências, no entanto, neste processo decisório são as mais variadas e podem vir dos pais, da família, dos amigos, da mídia, grupo religioso e da sociedade, por exemplo, mas de forma geral existe um fator que pouco é levado em conta pela maioria dos jovens na hora de decidir: o Autoconhecimento.

Sem este autoconhecimento, aliado a uma orientação vocacional efetiva, muitos profissionais acabam infelizes com a profissão que escolheram, pois no processo de escolha levaram mais em conta as opiniões alheias do que as suas.

Porém, antes de decidir qual carreira seguir, mais do que ouvir qualquer opinião externa, é preciso ouvir na essência a si mesmo.

Segundo o presidente do Instituto Brasileiro de Coaching, o Master Coach Trainer, José Roberto Marques e autor do livro Coaching de Carreira, é importante perguntar-se - Do que eu gosto e não gosto? Quais são minhas habilidades e aptidões? Que profissões combinam e não combinam comigo? Que atividades me dão prazer? O que me deixa feliz? O que eu gostaria de fazer pelos próximos 10, 15, 20 anos? O que eu desejo realizar em minha carreira e vida?

"Escreva tudo num papel, reflita e reveja suas respostas antes de escolher a profissão a seguir, pois este mapeamento é fundamental para balizar a decisão final. Através deste autoconhecimento é possível entender quais são os seus valores, crenças, motivações e entender qual profissão melhor se encaixa em seu perfil. Deste modo é possível decidir de acordo com os anseios da pessoa, levar em conta as necessidades pessoais e profissionais, como também seus desejos para o futuro", finaliza o presidente do IBC.

veja também