Você já disse "eu te amo" hoje?

Você já disse "eu te amo" hoje?

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 9:45

Você pode ter achado estranho esse título. E pensou: já vi essa frase naquelas mensagens de power point. Mas eu não vim aqui passar mais uma mensagem de power point. Vim aqui falar a importância dessas 3 palavras.

Deus colocou esse tema em meu coração, no domingo à noite, durante o culto. Como era dia das mães, foi feita uma homenagem para as mesmas.  E enquanto o pastor pregava eu pensava que ultimamente  não tenho  falado pra ela o quanto eu a amo e o quanto ela é importante para mim.

E vindo pra casa, fiquei refletindo sobre isso. Nas pessoas que me cercam, nos amigos e familiares, no quanto são importantes para mim, no quão pouco eu tenho demonstrado isso.

Deus me falou uma coisa que muitas vezes não paramos para pensar. Nas oportunidades que perdemos.

Isso tudo parece meio clichê mas é isso mesmo que o mundo quer que você pense. Que é tão clichê dizer para as pessoas que você as ama. Mas pare e pense. Amanhã pode ser tarde demais.

Ninguém sabe o dia de amanhã. Você não sabe o que pode acontecer com você ou com alguém que você ama, hoje ou amanhã. E se Jesus voltar? E se você morrer? Você pode realmente chegar ao fim de sua vida e dizer que não perdeu oportunidades de falar para as pessoas o quanto elas são especiais?

O triste é que só lembramos disso em datas especiais como dia das mães, dos pais, aniversários, etc.

Mas eu não quero esperar até o dias dos pais para dizer ao meu pai o quanto eu amo ele.

Dar presentes é uma forma muito linda de demonstrar amor. Mas não é a única forma. Eu ainda penso que falar é a mais importante. Pois um presente não é capaz de expressar a sinceridade de um olhar. Não há nada mais belo do que olhar nos olhos de alguém e falar o quanto essa pessoa é importante, o quanto  é especial, o quanto você precisa dela, o quanto você ama ela.

A forma de Deus me falar "eu te amo" além de tudo que Ele já fez por mim, é colocando pessoas realmente especiais em minha vida. Tenho amigos que considero irmãos. E sinceramente, eu não tenho vergonha de falar "eu te amo", mesmo que seja para meus amigos. Porque o amor descrito por Paulo em I Coríntios não se trata apenas de um amor romântico, como muitos gostam de tratar, mas sim, desse amor puro e verdadeiro, o amor que Deus tem por nós, o mesmo amor que Ele gostaria que tivéssemos pelo próximo.

Em uma época que se fala tanto em amor ao próximo, em que muitos cristãos falam que o nosso próximo na verdade  é aquela pessoa que não está perto de você, em uma época em que muitos se preocupam em evangelizar, fazer missões, ir para longe,  muitos também acabam esquecendo que o seu próximo realmente está próximo de você. Sua família, seus amigos, seus colegas de escola, de faculdade ou de trabalho.

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine." I Coríntios 13:1

Conta-se a história de um homem que era presidente de uma importante empresa. Devida à exigência de sua função, ele quase não estava em casa. Vivia trabalhando, em reuniões, conferências, viajando de um lado para o outro. Virava madrugadas fazendo relatórios, balanços. Faltou à festa de 14 anos de seu filho, porque tinha que trabalhar. Esqueceu de dar um beijo em sua esposa, no dia que comemoravam aniversário de casamento, na verdade ele nem lembrou a data.

Um dia, um funcionário entra em seu escritório para agradecer por tudo que seu chefe já havia feito por ele e para falar que aquele homem, era inspiração para sua carreira.

Indo para casa, enquanto dirigia, refletiu sobre o acontecimento da tarde. Ninguém nunca tinha lhe dito o quanto era importante. Chegou em casa e após beijar sua esposa, chamou seu filho e disse: filho, papai está ausente, está trabalhando demais. Mas quero que você saiba que eu te amo muito, muito mesmo. Que você e sua mãe são as pessoas mais importantes da minha vida. Me perdoa por estar tão ausente. Você é muito importante para mim. Quero que você saiba disso. O garoto, de apenas 14 anos, começa a chorar feito criança. E com os olhos cheios de lágrima, fala:

- pai, hoje eu tinha decido me suicidar, pois acreditava que você não me amava.

Algumas palavras podem mudar a vida de alguém. Amanhã, pode ser tarde. Pense nisso.

Eu oro para que  Deus possa falar ao seu coração como Ele falou ao meu. Que você possa mudar as suas atitudes, assim como eu já mudando as minhas. Não basta vir aqui ler, comentar e continuar na mesma! É necessário uma mudança!  Eu realmente espero que você possa não apenas refletir sobre essas palavras, mas que também possa mudar.

"Se amamos alguém e não dizemos, para que serve esse amor?"

Por: Pati Geiger

veja também