Você leva uma vida de normalidade?

Você leva uma vida de normalidade?

Atualizado: Quinta-feira, 20 Maio de 2010 as 10:12

O Senhor me levou a meditar no texto de Lucas 24.13-35. Esse texto retrata a vida de dois discípulos que iam para Emaús, depois de uma caminhada com Jesus vivendo experiências sobrenaturais, tais como: ressurreição, cura de cegos e libertação. Mas com a morte de Jesus, eles seguiram para Emaús com o objetivo de retornar a uma vida de normalidade, pois já não consideravam o que havia acontecido quando estavam com Jesus. Os passos seguidos por eles foram:

1) Falar do passado (Lc 24.14). Há pessoas que estão sempre se referindo ao passado: "A igreja antigamente tinha uma unção diferente" ou "aquela época era muito melhor...".

2) Insensibilidade (Lc 24.15). Pessoas que não conseguem sentir o toque de Deus. Estão sempre ocupadas com suas atividades. Elas não percebem o carinho de Deus, o abraço de Deus que verdadeiramente podem ser sentidos.

3) Olhos fechados para o sobrenatural (Lc 24.16). Há pessoas que dizem: "Pedro podia fazer milagre, mas eu? Isso é coisa para o tempo dos apóstolos."

4) Não discernir a voz de Jesus (Lc 24.17-18). Muitos confundem a voz de Jesus com a voz da consciência. Estão tão centrados no que pensam que não param para escutar o Senhor.

5) Não ter a revelação da Palavra (Lc 24.18-24). Pessoas que repetem versículos, mas não os dizem com convicção e entendimento. Apenas repetem.

6) Néscios (ignorantes) e tardios para crer (Lc 24.25). Há pessoas que não acreditam nos sinais do céu. Estão sempre duvidando. Podemos notar que, só no momento em que eles estavam em comunhão com Jesus, puderam perceber a sua presença: "E aconteceu que, quando estavam à mesa, tomando Ele o pão, abençoou-o e, tendo-o partido, lhes deu; então, se lhes abriram os olhos, e o reconheceram; mas Ele desapareceu da presença deles." (Lucas 24.30-31.) A partir desse momento, voltaram para Jerusalém e passaram a relatar que Jesus havia ressuscitado.

Muitos confundem a voz de jesus com a voz da consciência.

Será que na correria do dia a dia não estamos caminhando para uma vida de normalidade? Talvez seja hora de parar e pensar como anda o nosso tempo de comunhão com Deus. Para onde nossas ações têm nos levado?

Nosso propósito aqui na Terra é seguir para a terra prometida e enquanto caminhamos - agora com olhos abertos para o sobrenatural - que possamos falar desse Jesus que ressuscitou. Para evitar o caminho da normalidade, devemos parar e escutar a voz de Deus e voltar para o caminho que nos leva à "Jerusalém", que é o nosso propósito final.

Por: Pr. Leozão (Leônidas Francisco)

veja também