Mostra "Apropriação - Meu Centro é o Skate"

Mostra "Apropriação - Meu Centro é o Skate"

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2011 as 2:20

Para os apaixonados por skate que moram em São Paulo e região, a Galeria Olido, localizada no centro de São Paulo, está com a exposição multimídia "Apropriação- Meu Centro é o Skate", que retrata o esporte e seus desafios para ser praticado no centro da cidade. A mostra vai até o dia 02 de outubro e a entrada é gratuita.

A mostra traz 52 fotos e duas vídeoinstalações mostrando fragmentos da arquitetura da cidade, bem como sua utilização para andar skate, com foco na região central de São Paulo. A novidade está nos dois zootropos - um sistema de projeção estroboscópico composto por um tambor circular que projeta imagens em movimento em uma superfície - que fazem parte da exposição.

Os visitantes que andam de skate também podem levar seus retratos andando de skate pelo Centro de São Paulo para colocar em um painel colaborativo que reúne várias fotos sobre o skate.

Além de Homero Nogueira, idealizador e curador da exposição, os artistas que trazem seus trabalhos para "Apropriação- Meu Centro é o Skate" são: os fotógrafos Ailla Alvez Kerman, Alexandre Vianna, Fábio Amad Bitão, Ivan Cruz e Renato Custódio; e Renato Zokreta, que filma skate desde 2005 e Flávio Ferraz, escultos, grafiteiro e artista plástico.

A escolha do centro para a exposição não foi aleatória. De acordo com Homero Nogueira, as ruas e praças da região central, como a praça Roosevelt, o Vale do Anhagabaú, Sé e o Pátio do Colégio viraram pontos de encontro dos skatistas, tornando-se referência.

A Praça Roosevelt, hoje interditada para revitalização, foi uma das pistas naturais mais importantes para o skate no final dos anos 80. Nos anos 90, o ponto foi para o largo São Bento e o Vale do Anhangabaú, ideal para a prática do esporte por seus degraus, finaliza Homero Nogueira.

A arquitetura de São Paulo e a má conservação das ruas e calçadas é um grande problema para os skatistas, ciclistas e patinadores. A pavimentação inadequada também traz riscos para os esportistas, especialmente para os skatistas, pois as rodas do skate são pequenas, e encaixam em qualquer buraco, travando o equipamento e derrubando o skatista para o chão.

O skate surgiu na Califórnia, no início da década de 60, feito por surfistas que queriam experimentar algo diferente do que sentiam pegando ondas. Um pouco mais tarde, veio para o Brasil. Uma curiosidade é a grafia da palavra skate, que na época era "esqueite".

O primeiro campeonato de skate no Brasil aconteceu em 1974 no Rio de Janeiro, ano em que também foi inaugurada a primeira pista de skate do Brasil e da América Latina no mesmo estado.

Atualmente são várias pistas de skate espalhadas pelas diversas praças do Brasil, onde os skatistas podem treinar suas manobras e se divertir praticando o esporte.

Mostra "Apropriação- Meu Centro é o Skate"- Galeria Olido/ São Paulo/ SP

Endereço: Galeria Olido: Avenida São João, 473 / térreo ao 2º andar

Data: de 05 de agosto a 02 de outubro

Horário: terça-feira a domingo das 13h às 20h

Entrada: gratuita

Informações: http://www.galeriaolido.sp.gov.br, (11) 3331-8399 ou (11) 3397-0171

Por Raquel Salema

veja também