TV: confira as novas séries da temporada

TV: confira as novas séries da temporada

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 11:37

Está aberta a temporada 2011/2012 de estreias na TV norte-americana. E as grandes emissoras começam a disputar a tapas quais serão os programas queridinhos do público e quais vão se dar melhor nas premiações, a começar pelo Globo de Ouro, em janeiro.

A Fox sai na frante com suas grandes apostas: a mega produção "Terra Nova", de Steven Spielberg, e "American Horror Story", de Ryan Murphy, mesmo criador de "Glee".

Com o impacto de "Mad Men", surgem duas séries de época que já fazem algum barulho: "Pan Am" (ABC), sobre a companhia aérea, e "The Playboy Club" (NBC), esta que já apresentou baixas em audiência.

O ano está fraco em comédias, a maioria com os dias contados - “New Girl” (CBS), com Zooey Deschanel, “Man Up” (ABC) e “How To Be a Gentleman” (ABC) mal começaram e já deixam a desejar.

Veja abaixo nossa seleção as melhores séries para ficar de olho nos próximos meses!

“TERRA NOVA” - às segundas no canal Fox

Produzida por Steven Spielberg, “Terra Nova” é filmada na Austrália com verba de R$ 7 milhões por episódio. Nos Estados Unidos, a série é exibida pelo canal FOX, assim como no Brasil. Os efeitos especiais ainda deixam a desejar, em especial nas cenas onde os humanos lutam contra os dinossauros, de aparência pobre. Mas isso pode mudar de acordo com os resultados que o programa apresentar em audiência e, consequentemente, em investimento. Aos poucos, os resultados já estão aparecendo - nas três primeiras semanas, os números de “Terra Nova” se mantiveram estáveis, apesar de não tão altos quanto esperado pela FOX.

Para quem gosta de de ficção científica, é uma ótima pedida. Acompanham também dramas adolescentes, romance e muitas cenas de ação.

História

A aventura épica conta a história de uma família comum que viaja no tempo e descobre um novo mundo, cheio de mistérios. O primeiro episódio começa no ano de 2149, quando a vida no planeta Terra está comprometida. Não há mais ar respirável, a vegetação é escassa e as cidades estão superpopuladas, fato que desencadeia o controle rígido de natalidade. Após um impasse, a família Shannon finalmente consegue se mudar para Terra Nova, uma viagem sem volta no tempo direto para a Era Cretácea, repleta de dinossauros e novos desafios da convivência humana.

“AMERICAN HORROR STORY” - estreia em novembro no canal Fox

Segundo o produtor Ryan Murphy (criador de “Glee” e “Nip/Tuck”), a série foi inspirada em serial killers e histórias de terror dos anos 1960. Pra quem vê, fica a impressão de estar assistindo a um bom filme de suspense, cheio de cortes rápidos, que te prende à cadeira e brinca com seu imaginário. Ryan mostra mais uma vez ser expert em cultura pop, utilizando elementos simples, porém essenciais, em personagens fortes como a vizinha da cozinha kitsch, a crueldade com que ela trata sua filha deficiente mental, o louco que matou sua família incendiada e o rapaz problemático que invade a privacidade da família Harmon.

Cuidado! Você pode não querer assistir a essa série sozinho em casa.

História

A trama de terror começa mostrando o passado de uma casa abandonada onde, na década de 1970, dois garotinhos gêmeos se aventuraram e acabaram desaparecidos. Anos depois, a família Harmon se muda para o local, símbolo de uma nova vida para o casal Ben (Dylan McDermott), um psicólogo bem sucedido, e sua mulher Vivien (Connie Britton), que acaba de perdoá-lo após uma traição. Em seu novo lar, a família tenta dar uma chance ao casamento, pouco incentivado pela filha adolescente, Violet (Taissa Farmiga). Não vão ajudar também os fantasmas que assombram a mansão e o mistério em volta dos crimes cometidos ali dentro.

“PAN AM” - deve chegar ao Brasil apenas em 2012

Se um dia Shonda Rhimes (criadora de “Grey’s Anatomy”) e Matthew Weiner (de “Mad Men”) tomarem um café e resolvessem criar uma série, nasceria “Pan Am”. O que deixa a coisa muito mais interessante. E é exatamente assim que a história se desenrola: a glamurização da década de 1960 nos Estanos Unidos desmistificada em detalhes. Tudo muito bem coordenado com os romances, os dramas e as intrigas entre as amigas de trabalho. É a ABC acertando em cheio no burburinho causado pela série de Don Draper. Apesar do bom elenco, no entanto, os personagens ainda tem muito a amadurecer - o grande trunfo de “Mad Man”. A primeira temporada tem 13 episódios garantidos, mas a audiência já apresentou uma leve queda desde a estreia.

História

A sequência inicial de “Pan Am” mostra o primeiro voo de uma aeronave nova em folha da famosa companhia, em 1963. Tripulação e passageiros estão animados com a estreia, já que a Pan Am está sob os holofotes com uma de suas belas aeromoças na capa da revista “Life”. Ao longo do episódio, as personagens principais são apresentadas: um grupo de comissárias vive o glamour de viagens internacionais, como se representasse a primeira geração de mulheres pós-modernas. Ao mesmo tempo que estão descobrindo o mundo, encontram em cada destino novas paixões e aproveitam ao máximo o status obtido através de seus clássicos uniformes, desejados no mundo inteiro. Completam a equipe um piloto bonitão, apaixonado por uma comissária misteriosa, a chefe de bordo (interpretada por Christina Ricci) e duas irmãs competitivas, uma delas agente secreta que promete apimentar as escalas com missões da Guerra Fria. As histórias mencionadas durante o voo são explicadas em flashbacks.

“PERSON OF INTEREST” - às terças no canal Warner Channel

Os órfãos de “Lost” vão ficar decepcionados. A nova série de J.J. Abrams é, na verdade, para os órfãos de Jack Bauer. Nada de mistérios, dramalhões ou ficção científica. Aqui o aclamado produtor retorna ao mundo das investigações secretas, como fazia lá em “Alias” quando Jennifer Garner ainda engatinhava como estrela de Hollywood. “Person of Interest” começa logo com uma grande expectativa em relação ao elenco: o protagonista da trama é Jim Caviezel, o Jesus de “Paixão de Cristo”. O ator faz bem o papel do ex-agente secreto, mas não mostra muita química com seu co-protagonista Michael Emerson, o Ben Linus de “Lost”. Apesar de muitas frases prontas, a série promete com sua trama bem amarrada e cheia de referências ao mundo real, a começar pelo 11 de setembro. O primeiro episódio já revela boa parte das cartas que entrarão no jogo e pontuam reticências interessantes do há por vir.

HISTÓRIA

Em Nova York, um mendingo é atormentado por moleques em um vagão do metrô. O homem misterioso revela ser, na verdade, perito em artes marciais e derruba a gangue de quatro integrantes. Depois de uma passagem pela polícia, ele é levado a outro homem misterioso que lhe faz uma proposta. O morador de rua (Jim Caviezes) é John Reese, ex-agente da CIA, encontrado por Harold Finch, ex-empresário bilionário, ambos tidos como mortos pelo governo americano. A proposta envolve uma tecnologia criada por Harold depois do 11 de setembro, que possibilta o acesso do goverdo a imagens de câmeras de segurança em toda Nova York. O objetivo é simples: encontrar bandidos e resolver crimes antes mesmo de eles acontecerem com a ajuda desse aparato. Depois de firmada a parceria, a dupla sai às ruas para pegar os caras do mau, como um time de super-heróis sem causa.

“UP ALL NIGHT” - sem previsão de estreia no Brasil

“Up All Night” é um refresco na temporada de estreias, este ano fraca no quesito comédia. Não é à toa que a NBC investiu nela seu time A do gênero: o sempre infalível Will Arnett, (“Arrested Development”), a queridinha do público Christina Applegate (“Samantha Who?”) e uma das melhores atrizes de comédia desta geração Maya Rudolph (“Saturday Night Live”). É como se a emissora estivesse tentando recriar “Mad About You”, sucesso dos anos 1990, com uma forte dupla de atores interpretando um casal problemático que descobre os desafios da vida a dois. Soma-se a isso a obsessão da NBC de mostrar os bastidores da de TV e nasce uma boa série curta para assistir sem pretensões à noite antes de dormir.

História

O casal Reagan e Chris Brinkley acaba de ter seu primeiro filho e descobre aos poucos as dificuldades da maternidade. Ela é produtora de TV e logo no episódio de estreia volta ao trabalho após sua licença, tendo que assumir todos os problemas do canal, em especial os caprichos de sua chefe Ava, apresentadora de um talk show semanal. Chris, por outro lado, é incumbido de cuidar da bebê recém-nascida em casa, mesmo sem prática alguma. Os problemas do casal crescem quando eles tentam reviver momentos de sua juventude, como noites de festa e bebedeira, e têm que conciliar a ressaca com os deveres do trabalho e família.

veja também