Amor fora do comum

Amor fora do comum

Atualizado: Quarta-feira, 7 Dezembro de 2011 as 1:11

"E aconteceu que, quando estava numa daquelas cidades, eis que um homem cheio de lepra, vendo a Jesus, prostrou-se sobre o rosto, e rogou-lhe, dizendo: Senhor, se quiseres, bem podes limpar-me. E ele, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, sê limpo. E logo a lepra desapareceu dele". Lucas 5:12-13 Sobre a lepra: Ela é uma doença infecciosa causada por bactéria que afeta os nervos e a pele provocando danos severos. Ela também é chamada de “a doença mais antiga do mundo”, afetando a humanidade há pelo menos 4mil anos.

Os primeiros registros da doença são de 1.350 a.C., no Egito. Claro que a lepra, como quase toda doença de pele causa um grande preconceito. A gente não chega perto, tem medo de se aproximar... Realmente causa um receio... Na bíblia hebraica o termo que se refere a lepra quer dizer “desonra”, “vergonha”, “desgraça”. A antiga lei israelita obrigava o sacerdote a reconhecer a doença. Então, o enfermo tinha que ir até o sacerdote falar da doença e ele decretava 'imundo'.

Na idade média, na Europa, os leprosos também andavam com um sino anunciando sua chegada... Era triste alguém que vivia nestas condições. Não apenas pela doença mas principalmente mas também pela descriminação. Mas Jesus, como foi enviado para revolucionar este mundo... Para fazer o que ninguém fez antes... Deu atenção àquele leproso.

A bíblia não relata como era a vida daquele homem doente. Mas também, nem é preciso. Por esse contexto que eu apresentei dá pra gente imaginar a vida marginalizada que aquele homem levava. No começo dos sintomas, principalmente se for em qualquer parte do corpo a lepra pode ser mantida em segredo, como fez Naamã, chefe do exército do rei da Síria, que escondeu sua doença debaixo de suas vestes, de sua armadura (2Re 5:1-19).

A cura de Naamã deu-se apenas pela obediência a ordem que Deus deu através do profeta Eliseu. Porém o leproso curado por Jesus foi diferente. Jesus viu aquele homem que se prostrou diante dele, e o tocou. O amor de Jesus fez com que aquele homem fosse limpo! Sabe, as vezes podemos nos vestir... Alongando as roupas até as mãos para esconder das pessoas a nossa lepra. Os nossos pecados escondidos podem ser encoberto até onde o pano poder cobrir... Mas chega um momento em que não tem mais como esconder, as pessoas vão perceber.

O pecado às vezes é tão presente na nossa vida que não percebemos que ele está nos consumindo por inteiro... A lepra, se tratada no começo, pode ser curada. Assim é nosso pecado. Ele tem que ser tratado no começo. Não podemos cobri-lo, esconde-lo... O amor de Jesus é capaz de tirar nossa lepra. Curar-nos por completo. Mas devemos reconhecer como aquele homem, que Ele é capaz de fazer isso em nós. O amor de Deus nos cura.

Por Davi Araújo

veja também