Casamento do jeito de Deus

Casamento do jeito de Deus

Atualizado: Quinta-feira, 28 Abril de 2011 as 10:25

O casamento foi instituído por Deus. Então, ele, melhor do que ninguém, sabe quais são as características e as virtudes que devem estar presentes neste relacionamento para que ele vá adiante. Quais são as qualidades do casamento do jeito de Deus? A Bíblia tem a resposta para esta pergunta. Ela mostra algumas características do casamento segundo a vontade de Deus...

Primeira: A união precisa ser mostrada. Um dos propósitos de Deus com o casamento é oferecer companhia adequada (Gn 2:18). Deus proveu para Adão uma companheira para colaborar com ele, viver em comunhão, ser uma só carne. Milhares de anos se passaram, desde que isso aconteceu, mas a vontade de Deus não mudou. Junto, o casal é mais forte! É triste constatar que alguns casais vivem em pé de guerra, num campo de batalha. O casamento é regado por intrigas e discussões. Mas não se engane, no casamento segundo o plano original de Deus, a união precisa ser mostrada. Onde há união, o Senhor ordena benção e vida para sempre (Sl 133:3).       

Segunda: A aliança precisa ser mantida. Hoje em dia, está cada vez mais fácil casar e cada vez mais difícil manter o casamento. A aliança feita, no dia do casamento, de amar e respeitar, na doença e na saúde, na riqueza e na pobreza, na prosperidade e na adversidade, até que a morte os separe, é quebrada com frequência, na nossa sociedade. Em alguns países, 50% dos casamentos terminam em divórcio. Porém, no casamento segundo o padrão de Deus, a aliança deve ser mantida. Nenhum homem pode separar o que Deus ajuntou (Mt 19:6, BV). Se o seu casamento está por um fio, lembre-se: O perdão continua sendo melhor caminho.

Terceira: O amor precisa ser cultivado. Deus fez a mulher de uma parte do homem (Gn 2:21) para nos ensinar que, dentro do casamento, tanto a esposa é incompleta sem o esposo quanto o esposo é incompleto sem a esposa. Os dois foram feitos para amar-se mutuamente. Por isso, dentro do casamento, o amor precisa ser cultivado. Só o verdadeiro amor supera as crises! Só o verdadeiro amor não naufraga diante das tempestades: As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo (Ct 8:7). Paulo disse que os maridos devem amar suas esposas como partes de si próprios, e concluiu: Ninguém odeia o seu próprio corpo, mas dele cuida com todo amor (Ef 5:29, BV – grifo nosso). Cultivemos o amor!   

Você conhece alguém que está com o seu casamento abalado pelas muitas águas, que, constantemente, insistem em apagar o verdadeiro amor? Alguém que está com o seu casamento fora daquele que é o plano original de Deus para essa união? Se a resposta for sim, diante de tudo o que você acabou de ler, não deixe de, pelo menos, orar por esse casal e de alguma forma tentar ajudá-los. Entretanto, se o problema é com você, chame o seu cônjuge, conversem, orem, reafirmem sua aliança vocês mesmos e com Deus. Faça isso o quanto antes!

Eleilton William de Souza Freitas é missionário, casado, e graduando em teologia. É líder do Ministério Jovem da Igreja Adventista da Promessa, no bairro de Vila Maria, em São Paulo.

veja também