Com que rede você tem pescado?

Com que rede você tem pescado?

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:29

"Portando, IDE...". (Mateus 28:19)

O que é ter uma vida de santidade? O que é ser, realmente um santo, biblicamente falando? Será que é só não xingar? Será que é limpar o nosso quarto, toda vez que nossa mãe cansa de pedir? Será que é você não ficar com todas as meninas da sua rua? Ou será que é ir no culto de todos os domingos do mês? Paulo, em sua carta aos coríntios, tocou nesse assunto.

Você já se perguntou se sua vida é realmente uma vida santa e de renúncia total para as coisas que não agradam a Deus?

Às vezes, nós nem prestamos atenção nisso, né?! Mas uma vida de santidade vai muito além de se freqüentar uma igreja ou fazer parte de um ministério.

Você já pensou se sua vida tem impactado a vida de outras pessoas?

Tem uma história que diz o seguinte:

Um jovem, membro de uma igreja, era conhecido como o ‘pegador’ – Aquele que ficava com todas as meninas que ele quisesse. Era aquele famoso "galinha", sem vergonha, dentre outros adjetivos.

Um dia, o pastor de sua igreja, chamou-o para conversar para saber até onde a sua fama era real, pois o pastor tinha ouvido muitas coisas dele, mas não sabia o que realmente era verdade.

Na tal conversa, o jovem disse:

_ Pastor, eu não sei o que disseram para o senhor, mas eu estou cumprindo o chamado de Deus.

O pastor disse:

_ Mas como assim? Qual é esse seu chamado?

_ Então, Pastor! Pensa comigo: Eu sei que sou lindo. Todos dizem isso que eu sei. Logo, eu estava pensando. Deus não iria me dar essa beleza toda se não fosse por um propósito específico. Logo, eu pensei: "Deus quer que eu use a minha beleza para alcançar ‘almas’ para ele". Por isso, Pastor, tracei uma estratégia. Eu vou ‘ficando’ com as meninas até conseguir trazê-las para a igreja. Quando eu perceber que ela está firme, com compromisso nos ministérios, eu termino com ela e começo a minha jornada com outra.

É ridículo, né?! Mas eu te pergunto: onde você tem pescado? Você tem pescado para sua glória ou para glória de Deus? Em que mar você tem lançado a sua rede?

Tem uma frase que adoro, que diz: "Deus sabe o que faz quando junta grandezas com Bofetadas". Há momentos que nos sentimos os donos do mundo, os donos de tudo, de todo o conhecimento, mas esquecemos que Deus confiou almas às nossas mãos.

Minha oração esses dias é para que eu não seja auto-suficiente a ponto de ficar surdo em ouvir à voz de Deus, porque quando estamos assim, só levamos bofetadas do mundo. Só levamos bofetadas causadas pelas nossas ações.

Já imaginou Deus não permitir a sua ou a minha entrada no céu, por termos sido ‘grandes’ a ponto de não declarar esse amor de Cristo àqueles que não o conhecem. Já pensou nisso? Já pensou em Deus te chamar de egoísta? Egoísta por querer a glória de Deus apenas pra si?

Falo isso, porque tem muita gente ao nosso redor assim. Que acha que a glória de Deus só cabe a eles ou a pessoas do mesmo status que eles. Mas eu não quero que esse seja meu fim. Não falo isso por medo do inferno... Não! Mas falo isso por amor a Deus. E essa deve ser a nossa motivação.

A nossa rede deve ser lançada em lugares profundos. Nossa atenção deve estar voltada a coisas que engrandecem a Deus, e não o contrário. Não devemos ser como o jovem da história, que olhando apenas para seus interesses, acha que está cumprindo com o chamado do Pai.

Eu sei que posso ir muito além. Sei que posso chegar ao mais íntimo de Deus. Mas o que me impede disso? Já se fez essa pergunta?

Que Deus nos abençoe!

Por: Wosney Souza

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições