Independência ou morte?

Independência ou morte?

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 9:26

Uma das frases mais significativas para o povo Brasileiro é a que foi pronunciada pelo Imperador Dom Pedro I, às margens do Rio Ipiranga, no dia Sete de Setembro de 1.822, "Independência ou morte". Após esta corajosa frase o Brasil nunca foi mais foi o mesmo. Deixava de ser colônia de Portugal e passava a ser dono do seu próprio destino, como nação independente. E isto continua como herança nossa, exarada em nossa carta magna, a Constituição.

Como é importante ser livre, poder exercer o livre-arbítrio, ir e vir a qualquer hora, determinar no nosso dia a dia todas as coisas desde as primeiras horas da manhã. Porém, acima da liberdade geográfica e emocional está a espiritual. Então, permita-me: Você é livre espiritualmente? Você se sente "colonizado" por qualquer força exterior ou sistema, inclusive a religiosa? Caso você se sinta prisioneiro eu lhe convido a dar o seu grito de independência.

Para que haja independência espiritual devemos voltar na história, não apenas 177 anos, mas 2.000, não às margens do Ipiranga, mas no Calvário, não em uma cidade brasileira, mas em Jerusalém. Se fizer isto, não verá um Imperador em roupas suntuosas, montado em cavalo branco com uma espada desembainhada. Sua contemplação será do Rei dos Reis, despido de suas vestes, desarmado, coroado de espinhos, crucificado, pedindo água e recebendo vinagre. Em cima da sua Cruz, notará o motivo de sua morte, INRI (Jesus Nazareno, Rei dos Judeus) em três idiomas da época. Em Grego (o poderio filosófico e cultural), o Romano (o poderio militar) e em Hebraico (o poderio religioso). Às três horas da tarde ouvirá o maior grito de independência da história humana: "Está Consumado".

No caso de aceitação deste sacrifício, você alcançará a independência espiritual. Não será mais escravo do pecado, por que o sangue de Jesus lhe perdoará. As correntes espirituais da maldade cairão por terra. Os fantasmas espirituais serão para sempre banidos. Uma paz indescritível e gloriosa envolverá o seu ser. Sua pátria, além do querido Brasil, será o Paraíso eterno.

Poderá assimilar diariamente as recomendações do Cristo Vivo e o ouvirá pela sua palavra dizer: "e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" e "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" Jo. 8.32 e 36.

Independência ou morte. A escolha é sua. O caminho é Jesus.

veja também