Jesus era bom de papo

Jesus era bom de papo

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2011 as 11:16

Recentemente, tenho tido a preocupação em mantermos a comunhão uns com os outros, diante disso me deparei com a seguinte questão: Como Jesus lidava com a comunhão? Percebi então que ele era um tremendo de um “papeador”.

Não me entendam mal, afinal Jesus não era um tagarela sem sentido, todas as suas conversas por mais simples que fossem eram valiosos ensinamentos de valores eternos, vejam abaixo 2 breves exemplos:

Em Mateus 5, Jesus ao olhar uma grande multidão resolveu conversar, em nossos dias, é muito comum as pessoas gostarem de aparecer, principalmente quando há muita gente para escutar, a vontade de "ser o tal" cresce e mais uma vez ouvimos aqueles longos discursos que não nos acrescenta nada. Com Jesus era diferente, ao ver a multidão ele foi profundo, falou durante um bom tempo e abordou temas profundos, sem uma prancheta de anotações, sem Ipad e muito menos um grande professor para preparar a sua concordância verbal. Cristo falava pelo Santo Espírito, e como essas palavras ainda ecoam em nossos ouvidos e corações! Belissima conversa chamada hoje de Sermão da Montanha.

Em outra ocasião relatada em João 21, Jesus chama seus discípulos para saborear um churrasco de peixe ali na praia mesmo em volta de uma fogueira, quando Pedro chega, (envergonhado de tê-lo traído) se assenta acanhado e em silêncio. Talvez em nosso meio, essa rodinha falaria mal de Pedro, o acusaria, ou quem sabe até seria dito em tom de fofoca: “ Estão vendo aquele pescador ali? Não falem com ele pois ele nos traiu, negou a Cristo!”

Mas reparem que não é isso que Cristo fala, em seu momento de conversa talvez com os dedos sujos de brasa e peixe ele penetra no fundo do coração de Pedro, e também dos nossos, mostrando que mesmo quando falhamos, e não somos perfeitos Ele conhece nosso coração, que as vezes em silêncio clama assim como o de Pedro clamou: “Tu sabes todas as Coisas Jesus, tu sabes como EU TE AMO!" (João 21:17)

Que nossas conversas possam produzir união, perdão e amor, assim como foram as de Jesus.

___________________________________________________ Texto de Ítalo Guimarães

Via Teorlogico

veja também