Karatê espiritual

Karatê espiritual

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 10:59

Dias atrás, meu irmão fez uma analogia bem interessante. No karatê, por exemplo, existem várias faixas, de cores diferentes que indicam cada uma, um nível. Desde a branca até a preta, o lutador passa por várias etapas. O que determina a passagem de uma faixa para a outra é a dedicação do praticante, se ele realmente está apto para a nova fase.

Por que não dizer que nossa vida espiritual também é assim? Quando aceitamos Jesus, recebemos nossa faixa branca. A medida que o tempo passa, que praticamos a Palavra, nos dedicamos ao Senhor, vamos recebendo novas "cores". Mas vale ressaltar que temos que fazer a nossa parte. Se faltarmos os "treinos", não teremos como melhorar nossos golpes e nem como nosso instrutor reconhecer nosso avanço.

O que seria então, a faixa preta? Um nível máximo em Deus? Não. Deus é infinito. Nele, sempre tem algo mais. A faixa preta seria o fim de tudo, quando formos para o céu vivermos com Ele pela eternidade.

Imagino a felicidade de alguém quando ele chega no máximo do karatê ou de outra arte marcial. Deve ser satisfatório ver que todo o esforço o fez chegar no auge. Também quero avançar nas cores de Deus. Cada dia que passar, um nível a mais, uma nova cor, um novo degrau. E aí? Peguem seus kimonos e vamos à luta!

Hoje, nós podemos contar com a ajuda do Espírito Santo, que como nosso guia, o nosso instrutor, Ele nos auxilia ensinando os caminhos corretos a seguir. Sempre nos animando e nos motivando a não desistir, mesmo quando tudo parecer contrário, difícil. Mesmo quando o adversário parecer ser ainda mais mais forte do que era na fase anterior. Contudo, podemos ter a certeza de que não estamos sozinhos para vencer mais uma etapa.

Por Camilla Cartaxo - Membro dos adolescentes IEVV Sede em Campina Grande

veja também