Lembranças de uma caminhada

Lembranças de uma caminhada

Atualizado: Quarta-feira, 28 Setembro de 2011 as 1:11

Hoje particularmente acordei com doces lembranças e muita saudade. Saudade do cheiro do mar, das ondas batendo, dos bons dias de surfe com os amigos, do feijão preto com macarrão da mamãe e, principalmente, das amizades conquistadas durante todos esses anos de caminhada. O grande apóstolo Paulo também teve uma longa e tensa jornada… quais seriam as doces lembranças carregadas em seu coração? Em suas cartas, há logo no início um trecho que nos dá uma pista importante:

"Antes de tudo, sou grato a Deus, mediante Jesus Cristo, por todos vocês, porque em todo o mundo está sendo anunciada a fé que vocês tem". Rm 1.8

"Sempre dou graças a meu Deus por vocês, por causa da graça que lhes foi dada por ele em Cristo Jesus". 1 Cor 1.4

As lembranças sempre estarão em nosso pensamento, mesmo em meio as dificuldades e desafios. Creio ser o maior desafio o fato de, de tempos em tempos, sermos levados a diferentes lugares, seja para estudar ou trabalhar – mas com um propósito maior: o de servir ao Reino.

Hoje estou enfrentando um novo desafio e algumas coisas estão fazendo muita falta. As ruas montanhosas, a entrada da Universidade com suas quatro pilastras, a reta com aquela linda lagoa, as noites de suco, o discipulado com os BG, os encontros no calçadão. Viçosa marcou minha vida e ministério. Desafios, aprendizado, tristeza, alegria, estudo, ensino, boas risadas e amizades que ficarão para sempre.

O apóstolo Paulo, de maneira singela, separava em suas cartas esse espaço tão especial, que era dedicado aos companheiros de luta de perto e de longe. Não sei quantos desafios ainda enfrentarei ou quantas mudanças, mas em minhas cartas sempre haverá um espaço dedicado aos amigos. Me lembro dos rostos, dos sorrisos, e isso me traz ao coração a esperança de um dia estar novamente com cada um deles, do mesmo jeitinho que ansiava o apóstolo Paulo.

Amigos de longe e de perto, quero dizer que sou grato pela vida de vocês, e também sou grato, desde agora, pela vida daqueles que ainda hei de conhecer. Fiquem firmes, seguros de que as mudanças são necessárias, e nunca se esqueçam das doces e ternas lembranças de uma jornada que ainda tem muita estrada pela frente. "Sem mais, irmãos, despeço-me de vocês! Procurem aperfeiçoar-se, exortem-se mutuamente, tenham um só pensamento, vivam em paz. E o Deus de amor e paz estará entre vocês". 2 Cor 13.11.

__________

Jeverton "Magrão" Ledo é autor de "Minha Escolha Profissional — o que Deus tem a ver com isso?" (Editora Vida). [email protected]

via: ultimato jovem

veja também