No caminho da noite ao dia

No caminho da noite ao dia

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 11:21

Entardecer

O pouco de luz que eu tinha para enxergar o caminho foi embora, não quero voltar para casa, não tenho medo, quero ver o que a noite me reserva.

Anoiteceu

As luzes da cidade brilhando, aquilo é fascinante, pessoas passam ao meu lado e parecem estar felizes naquela noite. Estou caminhando pela rua, mas está estranho, as luzes da cidade se apagaram.

Está tudo escuro, as pessoas estão passando com passos rápidos, todos parecem ter medo, não dá para confiar em ninguém, nem me olham, sou apenas mais um nessa noite.

Parece um filme de terror, não enxergo mais nada, ouço galhos de árvores se baterem e folhas balançando com o vento, estou sozinho, é como sentir a solidão na pele.

Os perigos me rodeiam, sinto frio na barriga como se algo de ruim fosse acontecer -que sensação estranha – mas continuo andando, talvez eu encontre um caminho seguro.

Consigo ver um vulto bem longe, ouço seus passos se aproximando de mim. A rua ficou deserta há muito tempo, fico com medo porque não vejo seu rosto, quem poderia estar na rua esta hora?

Estou com medo, como eu queria alguém do meu lado agora, não tenho como me proteger, quando ele chega me diz que esperava a noite cair para me pegar, me rouba e me bate, me machuca, um senhor aparece e me protege e me afasta para que eu não seja morto pelo ladrão, eu agradeço, ele pergunta se eu preciso de ajuda, eu respondo que não precisava se preocupar pois já estava melhor.

Mas eu não estava melhor, eu vi aquele senhor indo embora, deu vontade de ir atrás dele, mas preferi seguir o meu caminho.

Madrugada

A madrugada está com um vento forte e gélido. Estou sem blusa, sem proteção para me aquecer, não enxergo o caminho, tenho medo do que pode vir novamente me abater e sinto muito frio no meu corpo. Queria que fosse um sonho para poder acordar na minha cama, mas infelizmente é um pesadelo real. Me pergunto porque fiz a escolha de vir aqui? sozinho, com frio. Porque não enxerguei que era melhor estar em casa protegido.

Mudança

Queria ter a chance de voltar no tempo, de poder fazer uma escolha melhor, de não ter que passar por isso.

Sei que o tempo não volta, mas queria ir para um lugar seguro, queria estar com alguém para me sentir seguro, não queria sofrer mais, me machucar mais, queria estar aquecido e não com frio.

- Continuo andando.

Amanhecer

Vejo nuvens aparecendo com a luz, no horizonte o sol forte nascendo, enxergo tudo sendo tocado com a luz.

O calor aquece meu corpo, mas não sei onde estou, não tem mais casas, vejo a rua mas às margens dela têm grandes árvores, flores, um rio que passa ao meu lado.

Eu sinto paz, alegria e proteção. Só consigo sorrir vislumbrando este amanhecer.

No horizonte da rua a luz do sol toca meus olhos, vejo alguém vindo ao meu encontro, e quando chega mais perto reconheço o seu rosto.

Era aquele senhor que me protegeu do ladrão, ele me abraça e diz que vai andar ao meu lado para sempre.

Pense

Quantas vezes saímos sem rumo na escuridão deste mundo pensando que seremos acolhidos?

Quantas vezes o inimigo tenta nos destruir, e mesmo com as nossas más escolhas, Deus vêm nos ajudar e proteger, mas às vezes escolhemos andar sozinhos.

Quanto sofrimento teremos que passar para entendermos que o único caminho é junto com Jesus Cristo ao nosso lado?

Deus abençoe a sua vida, não passe frio, não ande na escuridão, não sofra. Escolha hoje andar com Jesus.

Thiago Lopes

veja também