O dom de fazer dos nossos braços a alegria de alguém

O dom de fazer dos nossos braços a alegria de alguém

Atualizado: Segunda-feira, 28 Maio de 2012 as 8:33

Jesus. Entre tantas imagens que surgem em nossa mente, este nome nos faz pensar no valor da amizade. Ele nos chamou de amigos e compartilhou conosco as riquezas do amor. Se não bastasse nos trazer para dentro dos Seus braços, Ele nos deu o dom de fazer dos nossos braços a alegria de alguém. Colocou em nossos olhos o poder de enxergar no rosto ainda desconhecido a face de um novo amigo.

Cristo derramou em nossos corações o desejo de uni-lo a outros corações e assim experimentar a bênção da comunhão. Alguns se reúnem para jogar bola num campo de várzea, tornando cada deslize ou queda um riso compartilhado. Outros se encontram para lembrar do tempo de escola e se divertem recordando o jeito que penteavam o cabelo ou das espinhas que escondiam com bandaid.

Os amigos transformam o que somos e o que temos em alegria.

O Mestre disse que quando formos um, o mundo crerá que o Filho de Deus foi enviado do céu e habitou entre nós, pois por onde o Emanuel passa, fica um rastro de amizade.

As pegadas de Cristo são preenchidas por pés que caminham juntos.


por Thiago Grulha

veja também