O fato de ir ao McDonald's não faz de você um hambúrguer

O fato de ir ao McDonald's não faz de você um hambúrguer

Atualizado: Terça-feira, 24 Janeiro de 2012 as 10:50

...assim como ir à igreja não faz de você um cristão! E fim! Na realidade, eu poderia terminar o post por aqui, porque já está tudo explicado em apenas uma frase.

Mas não, sei que há mais a ser dito.

“Ir à igreja não faz de você um cristão, como ir ao McDonald’s não faz de você um hamburguer.”Essa na realidade, é a frase original. Foi escrita por Keith Green, um músico cristão, mas poderia ter sido escrita por Deus, para você. E na verdade, eu creio que foi. Só mesmo Deus para dar uma inspiração tão profunda como essa.

Reflita: trocar a lâmpada do seu quarto, não faz de você um eletricista; martelar uma cadeira que quebrou, não faz de você um carpinteiro, e com certeza o fato de você ir à igreja, não o torna um cristão.

Mas então, se ir à igreja não me torna cristão, o que me torna cristão?
Ser cristão vai muito além do fato de ir à igreja nos domingos. São atitudes diárias que determinam se você é cristão ou não. Ser cristão, como o próprio nome diz é se parecer como Cristo. 

Estamos em um constante processo de ser parecer mais e mais com Cristo, e esse processo tem o nome de Santificação, que começa na conversão, no dia que você aceita Cristo como seu Salvador. Conversão, na verdade, significa isso, converter: mudar de um estado para outro. Algo, que não acontece da noite para o dia, mas diariamente. Ou seja, virar uma nova criatura. Se alguém está em Cristo, é nova criatura (II Co. 5:17)

“Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se deu a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20

Se Cristo vive em você, o que você tem feito com a sua vida para mostrar isso ao mundo? O mundo não vai ver você indo à igreja, mas sim, as suas atitudes.

“Aos olhos do mundo, não é a nossa relação com Jesus que conta; é a nossa semelhança com Ele!”  Charles Swindoll

 

Por Pati Geiger


 

veja também