O poder transformador do agir de Cristo em nossas vidas

Coração transformado

Atualizado: Sexta-feira, 13 Janeiro de 2012 as 1:58

Há alguns dias estava pensando sobre o que escrever e, acredite, isso é bem difícil! Mas aí, depois de muito pedir a orientação de Deus, veio-me à mente compartilhar sobre como temos visto o agir de Deus no nosso meio. Calma... vou explicar melhor. 


Tenho vários amigos de diferentes religiões e denominações, cada um com seu jeito de entender a palavra de Deus e, a partir daí, agir segundo o que Ele quer ou não. Enfim, não somos todos iguais. Mas o que tem me incomodado é que alguns chegam a pensar e até falar como se o Senhor não estivesse agindo hoje. 


Será que é mesmo isso? Pra mim a resposta é super clara e não deixa dúvidas: NÃO! COM CERTEZA NÃO É ISSO! 
Acontece que, com um coração de pedra, queremos ver o agir de Deus apenas confirmando a nossa vontade, nosso pensamento; ou através de algo sobrenatural. Sem dúvidas, Deus pode e quer fazer, sempre, algo sobrenatural em nossas vidas, mas Ele está em nós e mostra todo o seu amor e poder nos mínimos detalhes também. 
Necessário é ter um coração de carne, um coração transformado pelo Senhor, aberto ao seu agir e atento a reconhecer sua vontade e obedecer. 
"E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne." [Ezequiel 36:26] 
Em Deuteronômio 10.16, Moisés diz que devemos circuncidar nosso coração. Isso significa ter um coração limpo, puro e pronto para obedecer totalmente ao Senhor. 
É certo que vamos ver o agir de Deus quando nosso coração for inteiramente transformado por Aquele que é poderoso para fazer isso e assim também quer: nosso Senhor Jesus. Quando aceitarmos um coração de carne ficaremos maravilhados, pois conseguiremos enxergar o cuidado, o amor, a proteção, a cura, o livramento, o refúgio, o perdão e a vida plena que Deus tem para nós. 
Um grande abraço, queridos! A Deus demos sempre toda a honra.

 

Por Talita Celia

veja também