O violinista da graça

O violinista da graça

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 11:11

Francieli está animadíssima. O violinista famoso que todo mundo está falando veio ao Brasil e fará um concerto em sua cidade. Jornais, revistas e grandes portais de notícias falam do assunto que já virou "top trend" no twitter com a tag #ViolinistaDaGraça.

É a primeira vez que ela vai a um concerto musical de verdade. Ela já foi em alguns shows de música, mas nada comparado a esta apresentação. Na verdade, ela nem curte música clássica, mas ouviu falar tanto desse violinista, de como sua música tocava o coração da pessoas, que resolveu ir à sua apresentação.

Ansiosa pelo evento, mal conseguia trabalhar naquele dia. Até mesmo as crianças da escola onde dá aula perceberam que a professora estava diferente nesse dia. No almoço estava distraída, olhando para o nada  pensando em como seria a apresentação.

Chegada a noite, ela se arruma de forma mais deslumbrante que de costume. Enquanto passa perfume, imagina como deve ser o som da melodia entoada pelo violinista. Seu coração acelera só de imaginar. Pega o elevador do prédio e se dirige a rua. O local do concerto está a pouco menos de 5 minutos a pé de sua casa.

O lugar está lotado. Equipes de reportagem cercam o local a procura de transmitir o evento e entrevistar as pessoas. Fran, se sente privilegiada em poder assistir ao vivo.

Entrega seu ingresso ao segurança e entra. O local foi incrivelmente decorado. Detalhes em dourado e luzes espalhadas por todo lugar transformavam o enorme teatro em um ambiente celestial.

Fran consegue um excelente lugar para sentar. Se acomoda e aguarda o início da apresentação.

Subitamente, as luzes se apagam e todos se calam. Um foco de luz é jogado bem ao centro do palco. As cortinas se abrem e aparece o famoso violinista. O público aplaude com vigor sua entrada. O coração da Fran acelera, mal pode esperar ouvir ele tocar.

O violinista abre o case que protege o violino e a platéia silencia. Ao ver o violino, Fran franze a testa. – "Que tipo de som pode sair de um violino como esse?" – Pensa ela duvidando que qualquer som bom pudesse sair do instrumento.

O violinista apóia carinhosamente o queixo no violino, demonstrando amor pelo instrumento. Então ele inicia a música.

Ao ouvir a música, Fran sente uma enorme paz inundando seu coração. Cada nota faz seu coração descansar como se não houvesse tempo nem com o que se preocupar ou o que temer. Na verdade, o medo perdia todo seu significado neste momento.

A música toma outra entonação. Estranho, mas era como se lhe fossem abertos os olhos para ver cada pecado que ela havia cometido ultimamente. Ela se sente constrangida e até olha para os lados. Nesse movimento, ela percebe que esse sentimento era o mesmo em todos. Ela se sente tão constrangida que se entristece. Pensa em Deus e pede ali mesmo perdão pelos pecados cometidos.

Então o violinista muda novamente sua entonação, gerando no coração da Fran alegria. Era como se tudo, absolutamente tudo o que a Fran outrora fizera de errado fosse perdoado. Uma sensação de conforto e segurança envolviam seu coração. Ela não conseguia esconder o sorriso. Sorria como uma criança ao ver neve pela primeira vez em sua vida. Sorria sem parar, sorria a ponto de chorar. Seus olhos verdes cheios de lágrimas, faziam a esmeralda perder seu valor. Sentia vontade de pular, correr, gritar...

Ao final do concerto, a platéia se levanta e aplaude fervorosamente. Todos estão de pé aplaudindo, uns até se abraçam de alegria. Então o violinista poe carinhosamente seu instrumento de volta ao case e o coloca atrás das cortinas em um suporte, quase escondido. Ele então volta a platéia e recebe as palmas com alegria.

Fran volta para casa pensando em sua vida. Apesar das emoções sentidas, Fran sabia que estas emoções a levaram a entender, racionalmente, seu propósito de vida. Ela pôde ver a glória de Deus sendo manifesta através daquele instrumento manuseado com tamanho carinho e perfeição.

Sorridente, ela compartilhava em pensamentos sua alegria com Deus. Aquele concerto a fez lembrar de tudo o que Jesus havia feito por sua vida e sonhar com o que Ele haveria de fazer.

É nesse momento que ela ouve em seu coração a doce voz do seu mestre:

- Fran querida. VOCÊ é meu violino...

Fran se lembra o que violinista fizera com seu instrumento após terminar de tocá-lo. Se lembra da sua primeira impressão sobre o instrumento sem sequer ouví-lo tocar antes. Lembrou de como o som daquele instrumento a edificou e fortaleceu seu coração.

- Sim, Papai! Sou somente um instrumento da Tua maravilhosa graça. É fantástico ser usada para a glória que é exclusiva Tua! Sei que mesmo imperfeita, o Senhor me usa e que após ser usada por Ti, o Senhor é quem recebe as palmas e os gritos de alegria. Continua a me afinar Papai. – diz Fran com alegria em seu coração.

Deus abençoe e afine sua vida conforme toca o coração Dele!

Por Fernando Ortega

veja também