Quero ser como criança...

Quero ser como criança...

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 11:16

Com o coração puro, que ama sem interesses, que abre um sorriso por qualquer coisa, que é feliz o tempo todo, que transmite felicidade, que não sabe o que é preconceito, não pratica o mal e a injustiça. Assim são as crianças, e como elas devemos ser.

Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele. Marcos 10:15

O ser humano tem cada vez mais se deixado corromper pela maldade, pelo pecado, pela falta de amor. Famílias estão sendo destruídas, amizades chegam ao fim, e o amor já não prevalece mais. Assim como é capaz de fazer alguém feliz, o ser humano também pode magoar um ao outro, e às vezes certas mágoas nos afastam um do outro, o rancor entra no lugar do amor.

- Crianças por mais que briguem com seus amiguinhos, 2 minutos depois já estão se abraçando de novo, para elas a companhia dele é mais importante do que o que ele pode ter feito de errado.

- Por mais que os pais as coloquem de castigo, no começo fazem pirraça, mas depois com um beijo já estão sorrindo novamente.

- Crianças não têm maldade, agem com seus corações, são puras e movidas pelo amor.

- Não mentem, são sinceras e por mais que as pessoas não queiram ouvir estão sempre falando a verdade.

- São felizes e não buscam interesses, seja um video-game ou um carrinho, de qualquer jeito abrem aquele sorriso.

Traga todas essas situações para a sua vida de adolescente, jovem ou adulto, busque agir assim em todas as situações da sua vida. Deus nos diz para agirmos como crianças, e que entrarão no céu aqueles que são como elas.

Sem maldade você pode ter um namoro santo, amar seu companheiro, tratá-lo com carinho e não dar lugar aos desejos da carne.

Quando você não mente você não faz a vontade do inimigo e sim a de Deus. Seja sincero.

Ame as pessoas pelo que elas são, e não pelo que elas têm, plante o amor verdadeiro.

Não deixe que a maldade o corrompa, peça a Deus a inocência e a sinceridade de uma criança.

Fiquem com Deus !  

Por: Mariana Rodrigues

veja também