Santidade na Rede - Infidelidade virtual destrói a vida real!

Santidade na Rede - Infidelidade virtual destrói a vida real!

Atualizado: Quinta-feira, 26 Setembro de 2013 as 12:31

redes sociaisEste é o segunda post da série “Santidade da rede”. No primeiro, tratamos sobre o princípio bíblico da comunicação, que deve ser levado a sério na rede. Neste, trataremos de outro princípio bíblico igualmente importante: o da fidelidade.
 
Você conhece alguém que usa a internet como uma ferramenta para encontrar a pessoa amada? Pois é, o número de pessoas que fazem isso cresce assustadoramente. É lógico que não estamos dizendo que isso é impossível de acontecer. Existem pessoas que conseguem. Mas, não dá para se animar muito. Daniela Pinheiro, em matéria publicada na Revista Veja, afirmou que pesquisas mostram que apenas 2% das pessoas se casam com alguém que conheceu virtualmente, e, são raríssimos os casos em que o casamento dura mais do que um ano. 
 
Agora, o que mais assusta nos dados das pesquisas relacionadas aos sites de relacionamentos é que, grande parte das pessoas que está on line, em busca de pretendentes, é casada. Isso mesmo! Você não leu errado. O mundo do bate-papo eletrônico cresceu com novo um fenômeno: a infidelidade virtual. Infelizmente, a infidelidade virtual tem destruído vários casamentos e relacionamentos reais.  
 
Junto com as salas de bate-papo, outra cilada que tem destruído o convívio entre vários casais, é o acesso à pornografia. A palavra “sexo” é uma das mais digitadas nos sites de busca da internet. São muitos os que passam também, horas e horas curtindo as imagens na telinha do computador. Isso é pecado! Pode acabar com o seu casamento. Pode acabar com você! Cuidado! A Bíblia diz: Fugi, portanto, da imoralidade sexual (I Co 6:18). 
 
Jesus disse: ...o homem não separe o que Deus ajuntou (Mc 10:9). O casamento foi feito para durar. Segundo as Escrituras ele é indissolúvel. Por isso, não seja infiel ao seu cônjuge, em hipótese alguma, muito menos num site de relacionamento! Muito menos se enchendo de pornografia!
 
Que Deus nos ajude!
 
 
 
- Eleilton William de Souza Freitas
 
 

veja também