Ser diferente

Ser diferente

Atualizado: Sexta-feira, 2 Dezembro de 2011 as 1:21

Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença. Romanos 3.22

Certamente você já deve ter ouvido ou lido esta frase em algum canto, em campanhas publicitárias. Bom, Por conta do ministério com surdos com o qual trabalho tenho um contato constante com esta comunidade, e por conta disso posso falar com propriedade...

Ser diferente é normal! Imagine você desembarcando neste exato momento em um país completamente desconhecido, uma língua completamente estranha, placas escritas numa linguagem indecifrável, você não entende absolutamente nada, até tenta se comunicar, mas as pessoas simplesmente não te entendem, vai a uma loja e não consegue pedir nada direito, ao ir a um restaurante, precisa ficar apontando o prato no cardápio, terrível né?!

Agora imagine isso tudo acontecendo permanentemente na vida de alguém, é quase o que acontece com os surdos, que muitas vezes não conseguem se comunicar pelo fato de muitas pessoas/ouvintes (a grande maioria delas) não saberem “LIBRAS” (Língua Brasileira de Sinais). Já perdi as contas de quantas pessoas ao me verem conversando com um surdo me falar: Sempre quis aprender, mas acho que não consigo! Ou: Isso parece difícil, admiro quem faz! E a minha replica é sempre a mesma: Não é difícil, não é um “bicho de sete cabeças”, basta começar com um oi!

É eu sei que falar é bem mais fácil que fazer, mas se a pessoa não tiver ousadia ela não vai a lugar nenhum, e quando se começa a conversar com um surdo ele te ensina muito, afinal ambos querem se comunicar, tanto você quanto ele, e olha, 'não existe professor de libras melhor que um surdo', um interprete mesmo estudando durante anos, jamais saberá mais que um!

Sei bem que não é por intenção ou discriminação que algumas pessoas não começam uma conversa (realmente quero acreditar nisso), em minha igreja mesmo onde existe um ministério com surdos, alguns irmãos não começam um dialogo, por simplesmente acharem que eles só vão entender se a conversa for levada em sinais perfeitos, o que é uma ideia errada, pois às vezes uma mimica bem feita fala mais que uma infinidade de sinais viu! Surdos (não mudinhos, ok?!) são pessoas completamente normais, a única e pequena diferença é a forma de comunicação, que é uma barreira bem pequena e fácil de ser quebrada! Volto a dizer: não é difícil, dê um oi, seja ousado, comunique-se, e conheça pessoas verdadeiramente incríveis! Não deixe que essa galera se sinta como estranhos em seu próprio país! Ok?!

Deixo vocês com um exemplo bem bacana no vídeo acima, é romântico e tal, mas o que mais chama a atenção é a determinação do garoto em se comunicar, e mesmo ela se sentindo 'envergonhada' ele a trata absolutamente normal!

E é esse meu recado Queridões e Queridonas, fiquem na Paz de Cristo...

Por Thiago Macedo

veja também