Ser livre é sempre melhor

Ser livre é sempre melhor

Atualizado: Quarta-feira, 27 Fevereiro de 2013 as 4:23

 

Mayla é nossa cadela labrador fêmea. Apesar de enorme, é uma filhote, tem apenas 6 meses. Ela é muito espuleta. Ativa, pula na gente o tempo todo, e sempre que pode, pega algo do chão para jogarmos para que ela possa correr para buscar. Sem contar que, várias vezes ao dia, ela some para nadar no açude, pois ama água.
 
Todas as manhãs aqui na fazenda, a primeira tarefa a ser desempenhada é a ordenha das vacas.
O lugar onde reliza-se essa tarefa deve ser o mais calmo possível e de preferência com uma música que desestresse os animais.
A mayla AMA latir para as vacas e os bezerros. É um horror! Ela brinca de pega com a égua... hahahaha
Portanto, a entrada da Mayla é expressamente proibida no curral quando estamos executando a ordenha, seja pela manhã ou a tarde.
Todos os dias precisamos prendê-la em algum canto para ela não nos atrapalhar. Afinal, se as vacas ficarem nervosas, somos nós que levamos chutes (coices) delas.
Hoje, quando fomos trancar a Mayla no quartinho das rações, Deus nos iluminou para escrevermos sobre isso.
 
Pusemos ela lá dentro e deu uma dózinha (que dóóóó.). Ela ja tem cara de dengo normalmente, presa então, nem se fala...
 
Deus poderia fazer assim conosco né? Pra gente não fazer nada de "errado". Ele nos colocaria presos em algum canto, e quando a barra ja estivessa limpa, poderíamos ser soltos.
Pois é, quando a Mayla está solta, ela é tudo de bom. Tem liberdade de ir e vir. Corre, pula, puxa folha seca do coqueiro e a arrasta pelo chão, come milhões de mangas (Igualzinha ao Marley do filme. Ela já chegou a comer 20 em um mesmo dia), quase nos derruba no chão o tempo todo.
Quando solta, ela é a Mayla. Quando presa é uma cachorrinha com cara de dó, triste, e que late sem parar.
 
liberdadeQuando estamos livres em Jesus, podemos até errar, mas não há porque ficarmos presos, uma vez que nos arrependemos. Não há condenação para quem está em Cristo Jesus, e não anda conforme a carne manda (Romanos 8:1). 
A gente erra, se arrepende, chora, mas continua livre (João 8:36).
A liberdade de escolher não pecar, nos dada por Deus, é uma preciosidade em nossas vidas (Salmos 119:45). É olhar para o pecado e dizer: "Opa, você é menor do que o que está em mim!" (1 João 4:4).
Nossa fraqueza humana é constante, mas cada porta fechada na cara do diabo são duas (Jó 42:10) escancaradas para receber a força do Pai.
 
O Senhor nos quer adoradores. Mas não quer adoradores presos, por obrigação, e sim livres! Escolhendo adorá-lo porque ele É, e não porque Ele pode dar isso ou aquilo.
 
Quem sabe não foi o inimigo que te colocou preso? Cheio de culpa por atos não confessados... 
Pare com isso. Abre mão do orgulho, da vaidade. Ore a Deus, ore com alguém mais de Deus do que você, se arrependa e ponto, está conssumado.
 
Ah, e jamais confunda liberdade com libertinagem, ok?
 
Seja livre e escolha Jesus, nosso único libertador (Romanos 11:26).
 
"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." (1 João 1:9)
 
 
por Bruna e Rhanúsia
 

veja também