Sirva à plateia de Um

Sirva à plateia de Um

Atualizado: Segunda-feira, 27 Junho de 2011 as 10:12

Extraído do livro "O Coração do Artista" - Rory Noland

Servir a uma "Platéia de Um" é "quando não há problemas em servir no anonimato, quando você pode lançar-se a servir numa tarefa inexpressiva, quando você não mais vive para receber a aprovação de outros, quando o tamanho de sua platéia não mais importa, e quando o tamanho do papel que você desempenha é menos importante que ser fiel e obediente". Este é o teste final do serviço cristão.

Lembro-me que um dia, quando era músico em minha igreja, tínhamos uma programação em outra cidade. Lá nós estaríamos responsáveis pelo louvor. Eu era bem jovem e me empolguei com a idéia de tocar e cantar para um novo público, mostrando tudo o sabia, ou melhor, tudo aquilo que eu achava que sabia. Ensaiamos muito, nos preparamos bastante. Mas, quando chegamos ao local e começamos a montar o som, meu líder me deu a notícia de que estava faltando um microfone. Eu só fazia base. Então, pra resumir, fui parar na projeção das transparências do louvor. Aquilo doeu muito em mim. Eu tinha feito planos, eu queria o púlpito. A projeção era anonimato demais pra mim. Foi, então, nesse momento que Deus sussurrou no meu interior: "Eu te chamei pra me servir... só pra me servir, não importa onde, nem como". Eu entendi o recado e louvei a Deus com todo o meu coração ali, atrás do retroprojetor.

Uma das tarefas difíceis de todas as programações, para um músico, é a da desmontagem dos equipamentos, do som, da limpeza do local, depois do culto.

Você ficaria contente em servir em bastidores assim? Faria esse tipo de serviço "servindo de boa vontade, como ao Senhor, e não como a homens"? (Cl 3.23; Ef 6.7). Você pode se estiver servindo a uma "plateia de Um".

Sirva à Platéia de uma pessoa só, que é CRISTO JESUS.

Por Pr. Anderson Guarnieri

veja também