Socorro também nas alturas

Socorro também nas alturas

Atualizado: Quinta-feira, 7 Abril de 2011 as 2:33

Em nossa caminhada na fé, lembramos de buscar o socorro divino, nos tempos ruins; somos encorajados a confiar que Deus é o defensor, o refúgio e a fortaleza daqueles que o buscam nas tribulações, como nos ensina a Bíblia (Sl 46.1). Mas é curioso perceber que pouco nos lembramos de suplicar por sua ajuda nos dias bons de grandes realizações e prosperidade.

Não me lembro de ter ouvido ou feito uma oração do tipo: "Ó, Deus, preciso muito de ti, porque alcancei o que eu tanto almejava e não quero me perder em minha felicidade!"; "Senhor, estou no melhor momento da minha vida; ajuda-me!". Ainda que pareçam antinaturais, essas orações são indispensáveis, pois, se as aflições podem nos levar em direção a Deus, pela nossa impotência, a alegria por nossas realizações pode nos conduzir em direção a nós mesmos e nos distanciar dele, pela nossa autossuficiência.

Passar pelos altos da vida é tão perigoso quanto passar pelos seus abismos. O desafio é não permitirmos que as alturas nos tornem rasos no conhecimento de Deus ou nos levem a pensar que não dependemos da sua graça. Ele é o socorro bem presente, não apenas na angústia, mas também na euforia; não apenas no luto, mas também na festa. Deus quer nos guardar, inclusive de nós mesmos.

Eudoxiana Canto Melo é formada em letras, revisora do Departamento de Cultura Cristã da IAP - Igreja Adventista da Promessa - e autora de estudos das Lições Bíblicas da IAP. Também colabora com artigos para o site da FUMAP (Federação das Uniões da Mocidade Adventista da Promessa).

veja também