A família do sacerdote

A família do sacerdote

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:32

No mês de maio, me solicitam muito falar sobre família. Falei sobre vários exemplos bíblicos, por que eles se parecem em tudo com os casos atuais, inclusive no potencial aspecto da poligamia. O contra exemplo principal foi Davi e Mical. Custei, mas encontrei um exemplo positivo. Foi um alivio para mim. Por causa da minha profissão, tenho a mente treinada em ver problemas, mesmo no contexto bíblico. Ela não esconde pecado de ninguém. O exemplo modelo foi o profeta Isaias sua esposa a profetiza e seus dois filhos, segundo Is. 7.2-5 e 8.3 e 8.11-18.

Por falta de espaço, quero frisar só uma "semelhante distinção" entre os casais. Davi chega de um culto muito animado, muito espiritual, muito abençoado. Chega suado e eufórico, se sentindo o máximo, e responde à sua esposa com uma grosseria que não cabia a um homem de Deus.  Dá-lhe as costas e não se vêem mais. Vide 2Sm.6.

Ao contrário imagino Isaias chegando em casa de um culto em que viu a Glória de Deus e dizendo a sua esposa:

- Querida, tive uma experiência com Deus, e estou confuso, ore comigo. Tive uma sensação de pecado tão intensa, uma impressão que não tenho feito você feliz. Pode me perdoar? Não tenho sido bom pai, passo mais tempo no templo, chorando minha saudade (do meu amigo Uzias), que cuidando de você e do nosso filho.

Humildade.  Fruto da santidade. Santidade traz quebrantamento e humildade. Não podem faltar na família de sacerdotes. Santidade rima com humildade.

Davi chega em casa suado e eufórico. Euforia rima com hipocrisia. Que gera grosseria. Que gera uma relação estéril. Não tiveram filhos.

Outro dia falo de Mical, esposa de Davi e da profetisa, esposa de Isaias. Não é esta a intenção neste artigo curto. Não podemos responsabilizar nossas esposas de nossos fracassos.

Santidade traz sanidade.  Que nos leva a mais santidade. Aliás, sem sanidade não há santidade. Sem humildade não há santidade e sem santidade, ninguém verá o Senhor. Nem os pastores. Temos que escolher: euforia, hipocrisia e grosseria ou Santidade, humildade e sanidade. Isto começa conosco e não com nossos cônjuges. Deus nos abençoe a ser modelo para os fieis, principalmente em nossa casa.    

Cleydemir Santos é pastor, psicólogo e teólogo em Minas Gerais. Trabalha com uma abordagem sistêmica, psicodramática, no atendimento de adultos e crianças.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições