Resolvendo conflitos

Resolvendo conflitos

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:26

''Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo...'' (Salmo 23.5)

A prática de ungir o corpo com óleo e outros ungüentos era vulgar no clima quente da Palestina, tornando-se uma necessidade para saúde, conforto e bom aspecto.

O Salmo 23 é um dos mais conhecidos, porém o verso 5, ainda hoje, para muitos, não é aplicado.

Durante muitos anos fiquei sem entender como de fato poderia solucionar meus conflitos à luz do Salmo 23.

Quando morávamos no Rio grande do Sul, mais precisamente em Alegrete, percebemos bem de perto o tratamento cuidadoso que o pastor dava para suas ovelhinhas. Fato que causava espanto era que, as ovelhinhas, embora dóceis, vez por outra se desentendiam e partiam para briga.

Sem entender a postura do pastor procurei saber como ele conseguia evitar as brigas das ovelhinhas, visto que elas davam cabeçadas umas nas outras. O pastor gaúcho sabiamente me informou que, não separava as ovelhas quando das desavenças, mas passava óleo nas cabeças dos animais. Assim quando elas tentavam dar cabeçadas para se ferir, o óleo derramado pelo pastor as impedia.

Deus, o nosso grande Pastor do Salmo 23, nos adverte que, como ovelhinhas, precisamos aprender a resolver nossos conflitos. Não adianta fugir dos conflitos com o nosso próximo. Faz-se necessário enfrentar o problema. Precisamos sentar juntos, numa mesma mesa e deixar Deus ungir nossos conflitos. Com certeza Deus já tem uma mesa preparada para você e seu suposto inimigo. O óleo do Espírito Santo já está posto à mesa a fim de ser derramado sobre as cabeças.

A grande verdade é que os conflitos raramente são resolvidos acidentalmente, mas sim deliberadamente e intencionalmente.

O Mestre Jesus afirma, de forma categórica, acerca das ações que devemos tomar nas questões de relacionamentos quebrados: ''Eu, porém, vos digo: Desejai bem a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus''.  (Mateus 5.44).

Já que o Senhor é nosso Pastor, precisamos imediatamente, para uma melhor saúde espiritual, marcar um encontro de paz com nossos ''inimigos'' e ter a humildade de orar pedindo: ''Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo...''.

Precisamos resolver os nossos conflitos à luz do Salmo 23!!!

Denilson Moreira Sanches é natural de Nova Iguaçu (RJ), casado com Simone Vieira Sanches, pai de Bruno Vieira Sanches (10 anos) e Mylena Vieira Sanches (6 anos). Bacharel em Ciências Militares (com concentração na área de Intendência, 1992) pela Academia Militar das Agulhas Negras(AMAN); Mestre em Operações Militares (com especialização em Logística, 2001)  pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO);  Pós-graduado  em Bases Geo-Históricas (na área de Formulação Estratégica, 2006) pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército; Mestre em Teologia (com especialização na área Bíblica, 2007) pela Faculdade de Educação Teológica de São Paulo (FATE-SP). Em 2010 lançou o livro de sua autoria ''Diário de Um Servo'' e atualmente é Oficial Superior do Exército Brasileiro, no posto de Major do Serviço de Intendência, na Função de Auditor das Unidades Gestoras do Nordeste do Brasil. Em 2007 implantou com sua família, o PEPE Massangana (Programa Educacional Pré-escolar) na Comunidade de Recife - PE e cuida deste projeto até hoje, mesmo residindo em Fortaleza (CE) e pastoreando a Igreja Batista Shema, na capital cearense.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições