Atuação dos anjos no ministério da intercessão

Atuação dos anjos no ministério da intercessão

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:26

A palavra anjo, derivada do vocábulo grego ângelos, significa enviado, mensageiro. Anjo é a tradução do termo hebraico mal’akh, que também significa mensageiro. Os anjos são servos ou mensageiros de Deus e cumprem Sua vontade de muitas formas na face da terra.

Do Gênesis ao Apocalipse os anjos de Deus são mencionados com destaque cento e oito vezes no AT e cento e setenta e cinco vezes no NT. São vistos por toda a história sagrada. Suas atividades no céu e sobre a terra, no passado, foram registradas em ambos os Testamentos, como também suas futuras manifestações foram profeticamente reveladas.

O mundo invisível é descrito na Bíblia como algo presente e não como uma realidade distante. A maior alegria dos anjos de Deus é servir. A própria Bíblia nos ensina que: "eles são espíritos ministradores a favor daqueles que vão herdar a salvação"(Heb.1..1314)   Alguém disse, em certa ocasião, que a expressão sobre os anjos usada no livro de Apoc. 5:11 (milhões de milhões e milhares de milhares) é uma expressão matemática que perfeitamente calculada daria um número tão grande, que dividido pelo número de habitantes da terra, chegaria a um resultado da ordem de vinte mil anjos para cada um. Infelizmente, a maioria dos homens ainda está debaixo da ação de demônios, anjos caídos; porém o número de anjos em favor dos filhos de Deus é maior (Mt.26.53, Mc.5.1-13 legião romana = dois mil). Mas, temos que tomar muito cuidado pois a Nova Era tem ensinado muito sobre anjos, para que as pessoas tenham um anjo de proteção, como guia. Isto é espiritismo puro. Veja o que a palavra de Deus nos ensina :

Nós não podemos dar ordens aos anjos, somente o Senhor Deus pode (Sl.91.11); e tudo o que pedimos ao Pai é em nome de Jesus  (Jo.14.13). Os anjos são enviados pelo Pai e pelo Filho, através das orações. Em toda a Bíblia existe correlação entre os anjos e a intercessão. Vejamos alguns exemplos:

Abraão: teve o privilégio de receber em sua casa três ilustres visitantes, oferecendo o melhor para agradar as visitas. Tudo o que foi preparado - o novilho, a coalhada, o pão - eles comeram.

Deus revelou a Abraão o que pretendia fazer com Sodoma e Gomorra (Gn.18.17). Deus não faz nada sem antes revelar aos homens (Am.3.7).

Mas o juízo de Deus sobre aquelas cidades não seria executado sem antes atender às orações de Abraão (Gn.18.23-25). Abraão colocou-se na brecha pelos justos, intercedendo junto a Deus. Assim, Ló e sua família foram salvos graças à intercessão de Abraão e aos dois anjos que foram enviados para tirá-los daquele mundo depravado. Somente depois disso veio o juízo de Deus sobre aquelas cidades (Gn.18 e 19).

Ezequias: O Deus de Israel estava sendo afrontado e desafiado por Senaqueribe . Ezequias não teve outra alternativa a não ser estender diante de Deus a carta de ameaças que recebera do rei da Assíria e interceder em favor do seu povo e da sua cidade. A resposta de Deus àquela situação foi enviar um anjo guerreiro que destruiu o exército inimigo de 185 mil soldados (II Rs.19.35).

No Novo Testamento: Deus envia um anjo para libertar Pedro da prisão, por causa da intercessão da igreja (At.12.5-11).

Cornélio ainda não conhecia a Jesus, mas era temente a Deus e o buscava (At.10.2-4). Suas orações fizeram com que Deus enviasse um anjo, para levar a verdadeira salvação a sua casa e ao seu povo.

Deus vem intervindo poderosamente, nas circunstâncias mais interessantes, em resposta a orações e intercessões de Seu povo, enviando muitas vezes anjos para o cumprirem Seus propósitos.

Quando intercedemos os anjos são liberados para agir (Dn.10.12).

Os anjos não estão apenas presentes na Bíblia, eles estão presentes em muitos textos! Nas páginas da revelação eterna de Deus, as Escrituras, não apenas descreve o que eles têm feito, mas também o que eles fazem no nosso dia–a-dia, o que fizeram no passado e  demonstra a força destes servos e guerreiros invisíveis.

"Não são, porventura, todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?" (Heb.1.14).

A reposta da Bíblia é sim, e isto significa que o seu ministério aplica-se a nós -  hoje.

Abraços

Pr. Denis Lobão

Denis Lobão é fundador do Portal Descobrindo, casado com Lesley Rocha, pai de Agatha, Agnes e Abner. Ministrou em diversas igrejas e seminários como profeta e mestre. Exerce ministério específico com famílias. Cursou diversos seminários sobre liderança e batalha espiritual e hoje é treinador certificado da EQUIP(Equipping Leaders to Reach Our World), fundada pelo Dr. John C. Maxwell, para formação de líderes.

Pastor, professor de teologia e hebraico bíblico, formado pelo Centro de Cultura de Israel.

www.descobrindo.com.br

E-mail: [email protected]

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições