5 alimentos nutritivos para aquecer no inverno

5 alimentos nutritivos para aquecer no inverno

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2011 as 9:02

Nada a ver com o agasalho ou o cachecol de lã que você compra no shopping. Comer é a mais natural das estratégias para espantar o frio. O problema, no entanto, é que os alimentos mais eficientes para aquecer rapidamente o corpo são os gordurosos e ricos em açúcar. Portanto, caso não haja o devido cuidado nas porções consumidas, se tornam também os maiores responsáveis pelo ganho de peso no inverno. 

De acordo com a nutricionista Mariana Drago, de São Paulo, graças ao elevado teor calórico de comidas como o chocolate e as massas, o corpo precisa “trabalhar” ainda mais para queimar as calorias – se comparado ao esforço feito para a digestão de hortaliças e legumes. “É por isso que macarrão, pães e tortas têm maior sucesso no aumento da temperatura corporal do que uma saladinha”, diz.  

Mas a desculpa de abusar do cardápio gorduroso para se aquecer não justifica abandonar totalmente uma dieta equilibrada nos meses mais frios. Além de um bom agasalho para enfrentar a baixa da temperatura, há outros alimentos que proporcionam o chamado “efeito termogênico”, ajudando você a ter conforto no inverno. Eles também proporcionam calor ao organismo, mas por acelerarem a queima das calorias. A vantagem, além de tudo, é que oferecem uma variedade maior de nutrientes e são bem mais saudáveis.

Você não precisa condenar para sempre o chocolate quente, nem o fondue com aquele delicioso queijo derretido. Mas, para aquecer o organismo, tente lançar mão também desses aliados:  

Canela: além de ajudar no aumento da temperatura corporal, tem excelente poder digestivo e fortalece o sistema imunológico. Uma dica é assar uma maçã e colocar por cima um pouco de canela.

Gengibre: alivia enjoos e contribui na queima de gordura pelo organismo. Contém ainda substâncias que ajudam na circulação do sangue e dão uma sensação de conforto térmico ao corpo. O chá de gengibre puro ou misturado com ervas é uma excelente opção para o inverno. O alimento também serve de tempero a saladas, sendo que em pouca quantidade já dá um gosto forte ao prato.

Pimenta: assim como a canela e o gengibre, também tem efeito termogênico. Segundo estudo da Universidade de Perdue, nos EUA, publicado há três meses, a pimenta apresentou inclusive propriedades que contribuem para a moderação do apetite. Embora seja rica também nas vitaminas C e E, que têm efeito antioxidante, deve ser evitada por quem sofre de gastrite, úlcera ou por quem tem alergia.

Chá verde: contém polifenóis, substâncias antioxidantes que combatem o envelhecimento do organismo. No entanto, procure não consumi-lo em jejum, pois a cafeína presente na bebida pode piorar quadros de gastrite e elevar a pressão arterial.

Frutas oleaginosas: contêm gorduras boas, como o ômega-3 – que ajuda na queima de calorias, no controle das taxa de colesterol no sangue e favorece a memória e a concentração. Algumas ainda são ricas em cálcio também, como as amêndoas e o pistache. Embora ofereçam diversas vantagens, é preciso consumi-las com moderação, por causa do alto valor energético.

veja também