"A ação de comer tem de ser cidadã", diz Alex Atala sobre sustentabilidade na cozinha

"A ação de comer tem de ser cidadã", diz Alex Atala sobre sustentabilidade na cozinha

Atualizado: Quinta-feira, 28 Outubro de 2010 as 12:37

O mais conhecido chef brasileiro no exterior, Alex Atala recepcionou um time de chefs brasileiros e internacionais para um coquetel e um jantar de dez pratos, intitulado “Jantar da Terra”. Cada convidado pagante desembolsou a quantia de R$ 2.500 cuja renda será destinada a ações beneficentes.

Atala é também visto como um embaixador dos produtos brasileiros no exterior, discursando em prol do pequeno produtor e dos produtos sazonais.

O UOL Receitas e Restaurantes conversou com alguns chefs que participam da Semana Mesa SP para descobrir como ser sustentável na cozinha.

Como ser um consumidor consciente sem abrir mão de comer bem?

Precisamos repensar nossa relação com os alimentos. A ação de comer tem de ser cidadã, isto é, devemos comer tentando priorizar alimentos locais, que gastam menos combustível e recursos naturais e geram riquezas para as populações da região e saber de onde vem sua comida, como ela é criada. Temos de nos reaproximar da natureza.

Quais ações sustentáveis você adota em seus restaurantes? Como os seus clientes ficam sabendo dessas ações?

Uso prioritário de orgânicos, de alimentos locais e sazonais, menor produção de lixo, maior aproveitamento e utilização de produtos biodegradáveis e principalmente o trabalho lado a lado com pequenos produtores e pequenas comunidades. Essas iniciativas estão listadas nos nossos cardápios.

O que a gastronomia pode fazer pelo planeta?

O comércio justo dos ingredientes brasileiros, principalmente os vindos de comunidades extrativistas ribeirinhas ou ainda cultivados pelo pequeno agricultor, fomenta a cultura e o benefício econômico e social. Na gastronomia, existe grande potencial de conversão desse mercado em ferramenta de conservação.

veja também