Ajustes no cardápio para aliviar a dor de cabeça

Ajustes no cardápio para aliviar a dor de cabeça

Atualizado: Terça-feira, 30 Novembro de 2010 as 10:44

Entupir-se de analgésicos não é a melhor saída para o tormento. A grande sacada é prevenir as crises com ajustes no cardápio. É que as dores de cabeça tensionais, inclusive a enxaqueca, dão as caras por causa do aumento do diâmetro dos vasos sanguíneos. Resultado: inflamação e dor. E a comida tem muito a ver com isso.

Alimentos embutidos — como a salsicha — contê nitratos e nitritos, substâncias por trás da dilatação. Daí, nos mais suscetíveis, isso é suficiente para desencadear a dor.

Já alimentos ricos em substâncias anti-inflamatórias, como ômega-3, podem ajudar a evitar o incômodo. É o caso dos peixes, como a sardinha e o salmão.

Ajustes no menu

CORTE:

Cafeína: altera a circulação sanguínea. Está pesente no café, no refrigerante à base de cola, no guaraná e no chá mate.

Nitritos e nitratos: dilatam os vasos. São encontrados nas linguiças, nas salsichas, nas carnes, nos molhos prontos e nos alimentos industrializados em geral.

Tiranina: libera a prostaglandina, hormônio responsável pela sensação de dor. Chocolate, vinho tinto, queijos duros, amendoim, carne defumada e frutas cítricas, entre outros, contêm essa substância.

Fenois, aldeídos e sulfetos: estreitam os vasos, reduzem os níveis de açúcar no sangue e liberam agentes tóxicos. Estão presentes no vinho tinto e bebidas espumantes e destiladas em geral.

APOSTE:

Gorduras do bem: as do azeite de oliva, da sardinha, do salmão e da anchova agem no controle da dor.

Triptofano: ajua a liberar serotonina, que promove bem-estar. Invista em fontes como banana, erva-cidreira, maracujá, pão, arroz integral, feijão e granola.

Anti-histamínicos: inibem a produção da histamina e da prostaglandina, responsáveis por inflamações e dores. Estão no orégano, no cravo, na canela e no gengibre.

DICA:

Evite ficar muito tempo de barriga vazia. Durante o jejum, as taxas de açúcar no sangue caem, levando à falta de oxigenação e à dilatação dos vasos, provocando a dor.

veja também