Alimentação equilibrada garante qualidade de vida e longevidade

Alimentação equilibrada garante qualidade de vida e longevidade

Atualizado: Segunda-feira, 25 Outubro de 2010 as 11:22

Se contassem que há uma fórmula mágica capaz de retardar o envelhecimento, aumentar a energia e a disposição, certamente teria gente se estapeando para colocar as mãos nessa maravilha. Pois bem, essa fórmula existe e, acredite ou não, o caminho para alcançá-la é fazer algo que todos adoramos: comer.

"Já está evidente que uma alimentação equilibrada garante qualidade de vida e longevidade. Vários estudos comprovam que o melhor remédio para prevenção e até para o tratamento de algumas doenças são os alimentos naturais", diz a nutricionista Márcia Curzio. Por isso, manter uma alimentação balanceada é mais eficaz do que qualquer creme antirrugas.

Diminuir o consumo de gorduras saturadas, açúcar e sal faz você viver mais. No entanto, alguns alimentos conhecidos como antioxidantes trazem uma promessa ainda mais interessante: permitem que se viva mais e melhor. "Eles têm a capacidade de combater os temidos radicais livres, moléculas que em excesso se prendem às células do corpo e as oxidam, comprometendo seu bom funcionamento e acelerando o envelhecimento. Alguns exemplos deles são aveia, tomate, soja, alho, uva, vinho tinto, azeite extra-virgem, castanha-do-pará, peixes, etc.", indica a nutricionista.

E não é só a alimentação que retarda o envelhecimento. Os exercícios físicos também se mostraram excelentes agentes no combate aos radicais livres produzidos todos os dias. Segundo uma pesquisa canadense, ir pelo menos duas vezes por semana à academia não só deixa os músculos mais fortes, como também mais jovens. O estudo feito com pessoas com mais de 65 anos mostrou que, após os exercícios, as células musculares ficam tão ativas quanto às de uma pessoa de 20 anos.

Saudável por mais tempo

Segundo a nutricionista Solange Saavedra, do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região (CRN3), a longevidade só estará garantida se assumidas as escolhas adequadas no decorrer da vida, como uma alimentação equilibrada e a prática regular de alguma atividade física.

"Tudo isso conciliado com práticas prazerosas, como descanso, lazer e cultura", complementa a especialista.

Essas escolhas fazem com que as pessoas mantenham-se saudáveis por mais tempo, retardando ou diminuindo os efeitos do avanço da idade.

veja também