Aprenda a consumir ovos com segurança

Aprenda a consumir ovos com segurança

Atualizado: Quarta-feira, 5 Novembro de 2008 as 12

A "Cartilha sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação" publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) presta esclarecimentos sobre os cuidados que devem ser tomados durante a manipulação de alimentos. O trabalho do manipulador de alimentos é fundamental para garantir a saúde dos consumidores.  Confira alguns cuidados que deve ter antes de consumir seus alimentos:

Como armazenar e manipular ovos?

Compre sempre ovos de origem conhecida e inspecionados pelos serviços oficiais; Mantenha-os em local limpo, fresco e arejado, preferencialmente em geladeira após comprá-los;   Ao comprar ovos, certifique-se da data de validade e que não estejam com a casca suja, trincada ou quebrada;   Lave com água e sabão as superfícies de trabalho, utensílios e mãos antes de manusear o produto cru; Lave os ovos somente antes de utilizá-los; Coma ovos e os alimentos feitos dele bem fritos e cozidos.   Os alimentos preparados com ovos devem ser armazenados na geladeira para sua melhor conservação. Segurança biológica do OVO

O risco de um ovo ser contaminado por Salmonella é muito baixo, cerca de 1 em cada 20.000 ovos. Mas não existe razão para se correr o risco de contrair infecções alimentares. O manuseio apropriado ec higiênico do ovo pode reduzir ou até eliminar esse risco.

Os ovos são a única fonte de Salmonella?

Não. As Salmonelas podem ser encontradas na natureza e são facilmente disseminadas. Existem mais de 2.500 tipos de Salmonelas. A bactéria pode ser encontrada no trato intestinal de todos os animais, aves, répteis, insetos, humanos e vegetais.

O ovo propriamente dito pode não estar contaminado quando o compramos, mas pode se contaminar quando manuseado e ou armazenado indevidamente. Manusear os ovos com as mãos sujas, o contato dos ovos com os animais de estimação e com outros alimentos contaminados, armazenados em locais não limpos e com presença de insetos e também em ambiente e equipamentos de cozinha não higienizados, podem contaminar os ovos por Salmonelas ou mesmo outras bactérias prejudiciais a saúde humana.

Mas a casca do ovo não o protege das bactérias?

Sim e Não. O ovo tem várias barreiras de proteção natural para prevenir a entrada e crescimento de bactérias em seu interior. Estas barreiras protegem o ovo em seu caminho da galinha até a sua casa.

Apesar de proteger, a casca do ovo, tem poros e não é totalmente a prova de bactérias. Para uma segurança adicional, a Legislação Sanitária do Brasil exige que os ovos devam ser higienizados com substância anti-séptica antes da comercialização pelo produtor.

Existem ainda, as barreiras internas do ovo: As membranas, interna da casca e da gema que possuem substâncias que impedem a infecção bacteriana. A clara possui camada com pH alcalino, que impede o crescimento bacteriano e uma camada densa, que inibe a movimentação da bactéria. Portanto existem várias camadas de proteção para que as bactérias não atinjam a gema facilmente e é onde estão os nutrientes necessários para a sua multiplicação.

veja também