Campinas (SP) pode ter Escola de Gastronomia

Campinas (SP) pode ter Escola de Gastronomia

Atualizado: Quarta-feira, 19 Agosto de 2009 as 12

Representantes da Agemcamp (Agência de Desenvolvimento de Campinas), Campinas e Região Convention & Visitors Bureau, Ciesp e Prefeitura de Campinas (secretarias de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo e de Educação) seguem amanhã (quarta, dia 19) para o Rio Grande do Sul. Objetivo: conhecerem a Escola de Gastronomia Internacional de Flores da Cunha. O retorno ocorre na sexta, dia 21.

A missão técnica visa ampliar os contatos já iniciados para a instalação de uma escola de gastronomia na região de Campinas. "A escola seria muito importante para a região, pois geraria empregos, contribuiria para a especialização da mão-de-obra e até criaria a possibilidade de intercâmbio internacional considerando-se o know how do Instituto de Culinária Internacional para Estrangeiros (ICIF) de Turim, na Itália, que mantém o estabelecimento em parceria com a Prefeitura de Flores da Cunha e Universidade de Caxias do Sul", explica Sinval Dorigon, secretário de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo de Campinas.

"A Missão Flores da Cunha" será recebida por Paola Tedeschi, diretora do ICIF no Brasil, que reside em São Paulo e estará em Flores da Cunha especialmente para o evento.

Luiz Antônio Guimarães, presidente do CRC&VB, lembra que membros do ICIF já estiveram em Campinas e deverão agendar nova visita para, desta vez, conhecerem a potencialidade da cidade e da região. Representam o convention no grupo, a diretora financeira e acadêmica Laura Umbelina Couto (PUC Campinas) e Sério Rauen de Souza, diretor de gastronomia.

A programação inclui, além de reuniões de trabalho no ICIF, visita técnica à agroindústria Fazenda Souza e a outros projetos de desenvolvimento sustentáveis, aos prefeitos de Flores da Cunha e Caxias, à Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego e à Universidade de Caxias do Sul.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também