Chá entre as refeições pode ser um santo remédio

Chá entre as refeições pode ser um santo remédio

Atualizado: Quinta-feira, 28 Outubro de 2010 as 12:58

Se há algo que todos deveríamos copiar dos ingleses é a famosa hora do chá. A bebida milenar traz inúmeros benefícios para a saúde, mas ainda é pouco consumida no Brasil.

Na verdade, as pessoas conhecem tão pouco sobre essa bebida que muitos nem imaginam que os chás derivam todos da mesma planta, a cammelia sinensis, e que o processo de oxidação acaba por diferenciar os tipos.

O procedimento é responsável pela mudança na cor das folhas, bem como seu sabor e a quantidade de antioxidantes presentes. ?O chá preto, por exemplo, é o que passa por mais alterações. Como consequência desse processo, há uma diminuição drástica do seu poder antioxidante.

O chá verde, que não passa pela etapa de oxidação das folhas, tem alta concentração de polifenóis e antioxidantes, é um aliado na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer e infecções. Além, claro, de acelerar o metabolismo e facilitar a perda de peso.

O chá branco é o menos processado, logo é o que mantém melhor todas as propriedades benéficas da bebida, diz a nutricionista Daniela Jobst. O chá amarelo contém basicamente as mesmas características que o verde, com o atrativo de ser uma variedade mais saborosa.

Já o chá vermelho, conhecido como devorador de gorduras, também varia do verde, porém sofre um processo de fermentação mais demorado.

Rigorosamente falando, essas seriam as únicas bebidas que poderiam ser chamadas de chá. Mas hoje as misturas de água quente com folhas, flores e até frutas também são conhecidas por esse nome. Nesse grupo entram camomila, erva cidreira, erva-mate, boldo e etc.

Conheça os benefícios dos chás para saúde:

Chá de Camomila: bom antiinflamatório, age também contra perturbações estomacais e a insônia.

Chá de Cavalinha: diurético e antiinflamatório, combate o colesterol e é revitalizante.

Chá de erva cidreira: acalma, além de combater cólicas e aliviar desconforto acusado por gases.

Chá de hortelã ou menta: regula o funcionamento do intestino e evita irritações gástricas.

Chá de valeriana: calmante natural, é perfeito para tratar distúrbios do sono.

Chá de Malva: indicado contra tosse e doenças da laringe.

Chá de gengibre: acalma o aparelho digestivo e é energizante.

Independente das características de cada tipo, beber chá entre as refeições pode ser um santo remédio. A bebida ajuda na reposição hídrica, já que o corpo absorve a água quente mais rapidamente que a gelada, melhora a digestão, ajuda a prevenir prisão de ventre e até pedras nos rins. Desidratação e retenção líquida também podem ser combatidas com a ingestão da bebida.

Mas atenção: nada de ir ao mercado popular e comprar folhas desconhecidas ou indicadas por leigos para preparar uma infusão. Alguns chás podem causar efeitos adversos. Mulheres grávidas ou pacientes de câncer devem redobrar os cuidados em relação à bebida.

veja também