Concurso vai eleger o melhor queijo produzido no Brasil

Concurso vai eleger o melhor queijo produzido no Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 16 Julho de 2009 as 12

O Concurso Nacional de Laticínios vai eleger, nesta quinta-feira, 16 de julho, o melhor queijo durante o 26º Congresso Nacional de Laticínios, em Juiz de Fora (MG). O prêmio é cobiçado pelos produtores e sempre traz novidades para o consumidor, como queijo preparado com vinho, processado com chocolate espesso e avelã.

Outro queijo, que lembra uma torta, leva quatro tipos de fruta. Isso sem falar do requeijão de leite de búfala e do doce de leite com rapadura. São misturas inusitadas e até curiosas que ainda não chegaram ao mercado. Foram inscritas na categoria destaque especial do Concurso Nacional de Laticínios justamente por possuírem características inovadoras.

"Os laticínios têm liberdade de mandar produtos diversos, que vão lançar. Eles trazem para cá para mostrar para os juizes, para ver a avaliação que terão para depois lançarem", disse Daniel Arantes, coordenador do concurso.

A disputa não é fácil. Com as pranchetas nas mãos, trinta juízes analisam a cor, o aroma, o sabor, a textura e a consistência dos produtos. É um trabalho que parece fácil, mas requer preparo.

"A gente vem fazendo treinamento na parte sensorial em degustação. É muito importante também que o juiz conheça a tecnologia de fabricação dos queijos", falou Junio César de Pádua, juiz do concurso.

Este ano, sessenta indústrias disputam prêmios em dez categorias diferentes. Os vencedores ganham o reconhecimento: o atestado da qualidade do produto no mercado brasileiro.

O doce de leite cremoso já é tradicional no concurso. Mas os queijos é que dominam a disputa. São oito tipos, como o gorgonzola, provolone, do reino e o minas padrão.

"Eu trouxe um queijo do Rio Grande do Norte para competir com o queijo mineiro. Mas o principal intuito de trazer o queijo é para ver como está com relação ao nosso concorrente já que não temos concorrência lá. Vamos ver como será a aceitação e como está em relação aos outros", justificou Raoni Carbogim, produtor.

veja também