Conheça todos os benefícios da linhaça

Conheça todos os benefícios da linhaça

Atualizado: Segunda-feira, 17 Novembro de 2008 as 12

Provavelmente você já ouviu falar da semente de linho, conhecida como linhaça, afinal, nos últimos tempos, ela anda quase tão badalada quanto a soja. Os motivos são mais do que justos: o consumo regular das pequenas sementinhas traz tantos benefícios para o organismo, que elas têm sido, até mesmo, receitadas por médicos.

Só para você ter uma idéia, 55% da composição da semente de linhaça é de ácido alfa-linolênico, o ômega-3. Outros 14,5% são de ácido linoléico, o ômega-6. Segundo a nutricionista Joana D’Arc Mura, o consumo regular deste tipo de gordura, com ação antioxidante, proporciona diversos benefícios ao organismo. "Elas previnem doenças cardiovasculares, ajudam na renovação celular e na construção de moléculas de hemoglobina, que carregam oxigênio pelo sangue, estimulam a produção de prostaglandinas, compostos que melhoram a circulação sanguínea e removem o excesso de sódio dos rins, diminuem a retenção de líquidos e reforçam o sistema imunológico", acrescenta a especialista.

As sementes possuem 18,6% de sua composição formada por ácido oléico, o não tão conhecido ômega-9, um ácido graxo essencial que participa do nosso metabolismo, desempenhando um papel fundamental na síntese dos hormônios. "Com tantos ácidos graxos em sua composição, a linhaça é um ótimo substituto para quem não gosta muito de peixe ou óleo de peixe", afirma Joana.

Mas os benefícios das sementinhas não param por aí. A linhaça contém ainda as vitaminas A, E, B1, B6, B12, os minerais potássio e sódio e o fitoestrógeno lignana, substância de origem vegetal com ação semelhante a dos hormônios estrógenos no organismo, mas com menos intensidade. Por causa da lignana, muitos médicos receitam sementes de linhaça para mulheres que estão entrando no climatério. A substância, além de diminuir os sintomas da menopausa, protege o corpo contra a osteosporose e o câncer de mama.  

Para completar, as sementes de linhaça também contêm grande quantidade de fibras, cerca de 4,3g em uma colher de sopa, que ajudam a normalizar os índices de colesterol e glicose no sangue e desempenham um importante papel no trânsito intestinal. Todos estes nutrientes fazem das sementes de linhaça um verdadeiro tesouro para a saúde. "Elas são alimentos saudáveis e funcionais, com ação antioxidante contra o envelhecimento precoce e os radicais livres. Indico para toda a família", recomenda Joana D’Arc Mura.

De origem asiática, as sementes do linho podem ser encontradas em três tipos, marrom, dourada e cobre, que diferem entre si no sabor e no cultivo. "As três possuem os mesmos nutrientes, mas a vantagem da linhaça dourada, importada, é o seu plantio, que não recebe agrotóxicos", afirma a nutricionista. A marrom, típica de climas quentes e úmidos, já está adaptada ao solo brasileiro e é facilmente encontrada em lojas de produtos naturais, feiras e supermercados.

A média de utilização sem efeitos colaterais e com efeitos terapêuticos é de uma colher de sopa, que tem 66 kcal, para adultos e uma colher de chá para crianças. Segundo a nutricionista Joana, toda mudança de hábito alimentar deve ser gradual e consciente. "O excesso de fibras ou o consumo exagerado de qualquer alimento pode alterar o transito intestinal. Recomendo, primeiramente, acrescentar sementes de linhaça ou óleo de linhaça em preparações caseiras como bolos e pães", ensina a especialista.

Com o passar do tempo, passe a acrescentar as sementes em sucos, iogurtes, frutas e vitaminas, até que a quantidade recomendada de uma colher seja alcançada. "Também aconselho triturar as sementes no liquidificador ou deixá-las de molho durante 15 minutos antes de consumir, para amolecer a casca e o organismo conseguir digeri-las por inteiro", ensina Joana.

veja também