Dicas para uma reeducação alimentar eficiente

Dicas para uma reeducação alimentar eficiente

Atualizado: Sexta-feira, 12 Novembro de 2010 as 12:57

- Coma várias vezes ao dia e em poucas quantidades. Procure realizar de 5 a 6 refeições/dia.

- Mastigue bem os alimentos e faça as refeições em locais tranquilos. Isso favorece o processo de digestão.

- Não fique mais de 3 horas sem se alimentar.

- Consuma variedades de frutas, verduras e legumes.

- Inicie as principais refeições pelo consumo de saladas de hortaliças, pois são fontes de fibras que promovem saciedade.

- Beba bastante líquido (água, chás e sucos naturais). Os sucos industrializados devem ser evitados já que contém corantes, conservantes, aromatizantes e açúcares.

- Substitua os cereais refinados por cereais integrais, como arroz, massas, biscoitos e pão integral. Esses alimentos são fontes de fibras, vitaminas e minerais.

- Evite frituras e alimentos gordurosos. Prefira as preparações cozidas, assadas, grelhadas ou refogadas.

- Evite guloseimas, doces, refrigerantes, alimentos enlatados, embutidos e outros produtos industrializados.

- Inclua na dieta quinua e amaranto — cereais integrais fontes de triptofano que aumenta a produção de serotonina, um neurotransmissor que diminui a compulsão alimentar. Outras fontes de triptofano são banana, damasco e açaí.

- Utilize adoçantes com moderação. O consumo em excesso ativa os receptores de glicose no intestino, aumentando a glicemia e o acúmulo de gordura no tecido adiposo.

- A prática regular e orientada de atividade física é fundamental para queimar calorias. Opte por uma atividade física que lhe dê prazer.

Lembre-se: Não existe uma dieta padrão ou uma fórmula milagrosa para perda de peso. O emagrecimento deve ocorrer de forma lenta e gradual, sendo necessário o acompanhamento nutricional por no mínimo 1 ano para que a pessoa possa se adaptar à nova rotina alimentar e diminuir a dependência por alimentos gordurosos e ricos em carboidratos.

veja também